Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Mecanismos de proliferação neuronal pós-natal no gânglio cervical cranial de preás (Galea spixii spixii) Wagler, 1831. Neurogênese x diferenciação neuronal tardia (2009)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: LADD, ALINY ANTUNES BARBOSA LOBO - FMVZ
  • USP Schools: FMVZ
  • Subjects: NEURÔNIOS; ENVELHECIMENTO; ROEDORES; PREÁS; GÂNGLIOS
  • Language: Português
  • Abstract: Neste estudo, foram abordados os aspectos quantitativos do gânglio cervical cranial (GCC) esquerdo de preás (Galea spixii spixii) machos, oriundos do criatório da Universidade Federal Rural do Semi-Árido Nordestino de Mossoró-RN. Os seguintes parâmetros foram estimados: volume do GCC, número total e tamanho dos neurônios (uni e binucleados) durante dois períodos do desenvolvimento pós-natal (maturação e envelhecimento). Para tanto, utilizamos quatro grupos etários distintos de animais: neonatos, jovens, adultos e senis. Após a eutanásia dos animais, os GCCs foram fixados (perfusão sistêmica) com solução de formoldeído (4%) em PBS, embebidos em solução de ágar (10%) e seccionados sistemática, uniforme e aleatoriamente, aplicando-se o princípio de amostragem e contagem do fractionator. Os principais resultados desta pesquisa foram: houve diferença significativa entre os grupos etários para os parâmetros: Peso Neonato: 0,00056 ; Jovem: 0,00084; Adulto: 0,00116; Senil: 0,00118. Comprimento Neonato: 1,294 ; Jovem: 2,076; Adulto: 2,304; Senil: 2,082. Largura Neonato: 0,842; Jovem: 1,028; Adulto: 1,062; Senil: 1,174. Volume ganglionar Neonato: 0,34 mm3 ; Jovem: 0,30 mm3; Adulto: 0,39 mm3; Senil: 0,63 mm3 e Volume neuronal médio de neurônios uninucleados Neonato: 2916,90 mm3; Jovem: 3550,00 mm3; Adulto: 7409,00 mm3; Senil: 6701,00 mm3. As principais conclusões deste estudo foram: (i) peso, comprimento e largura do GCC apresentaram aumento significativo de 185%, 60% e 79%respectivamente, durante o período de maturação, enquanto durante o período de envelhecimento, o peso do GCC apresentou queda de 33%, o comprimento um pequeno decréscimo de 10%, entretanto a largura, durante este mesmo período, apresentou um aumento progressivo de mais de 10%, tais alterações relacionadas com a idade refletiram no volume ganglionar, causando hipertrofia; (ii) Essa hipertrofia do GCC de preás é secundária ao desenvolvimento pós-natal (maturação e envelhecimento), aumentando em 85%, acompanhado por um aumento alométrico, da ordem de 6 vezes em relação à massa corporal, aproximadamente 622%; (iii) Há hipertrofia dos neurônios uninucleados que é secundária ao desenvolvimento pós-natal do GCC de preás, aumentando em 154% durante o período de maturação com uma pequena queda de 10% durante o envelhecimento. Finalmente, sugere-se que estudos futuros possam investigar se o tamanho dos territórios de inervação destes gânglios pode desencadear mudanças na micro e macroestrutura dos mesmos, incluindo a possibilidade de ocorrência de neurogênese, que seria estudada por meio de imunomarcadores específicos
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 15.09.2009
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FMVZ11300033452T.2157 FMVZ e.2 ACERVO 3
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      LADD, Aliny Antunes Barbosa Lobo; SOUZA, Romeu Rodrigues de. Mecanismos de proliferação neuronal pós-natal no gânglio cervical cranial de preás (Galea spixii spixii) Wagler, 1831. Neurogênese x diferenciação neuronal tardia. 2009.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2009. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10132/tde-17122009-162828/ >.
    • APA

      Ladd, A. A. B. L., & Souza, R. R. de. (2009). Mecanismos de proliferação neuronal pós-natal no gânglio cervical cranial de preás (Galea spixii spixii) Wagler, 1831. Neurogênese x diferenciação neuronal tardia. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10132/tde-17122009-162828/
    • NLM

      Ladd AABL, Souza RR de. Mecanismos de proliferação neuronal pós-natal no gânglio cervical cranial de preás (Galea spixii spixii) Wagler, 1831. Neurogênese x diferenciação neuronal tardia [Internet]. 2009 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10132/tde-17122009-162828/
    • Vancouver

      Ladd AABL, Souza RR de. Mecanismos de proliferação neuronal pós-natal no gânglio cervical cranial de preás (Galea spixii spixii) Wagler, 1831. Neurogênese x diferenciação neuronal tardia [Internet]. 2009 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10132/tde-17122009-162828/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: