Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Fundamentos da arquitetura pós-moderna: anotações sobre o pós-modernismo em Minas Gerais (2011)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: CREMASCO, MATTEO SANTI - FAU
  • USP Schools: FAU
  • Sigla do Departamento: AUH
  • Subjects: TEORIA DA ARQUITETURA; HISTÓRIA DA ARQUITETURA; ARQUITETURA PÓS-MODERNA; PÓS-MODERNISMO
  • Language: Português
  • Abstract: Este trabalho compreende duas partes distintas. Na primeira, dispõe-se, contrariamente aos teóricos pós-modernos e contemporâneos, uma definição geral de pós-modernismo: é pós-moderna a obra de arte ou de arquitetura que reproduz imagens com significados conhecidos e lhes dá um outro, imprevisto.Com tal enunciado, obtido dos dois livros de Robert Venturi, mostra-se que é possível conceituar o pós-modernismo, não obstante as suas múltiplas expressões. Como não existem normas para a escolha do tipo de imagem a ser duplicada pelos artistas ou pelos arquitetos, nem para o significado que elas devem apresentar, as peças pós-modernas podem assumir quaisquer configurações. Logo, a fim de indicar o que é (ou não) moderno, é preciso considerar os atributos subjacentes à forma e aos materiais de cada obra.Na medida em que identificar o pós-modernismo a partir da observação direta é impraticável, os conceitos de arte e de arquitetura (que, de fato, condizem com todos os estilos artísticos e arquitetônicos existentes, inclusive com o pós-moderno) também contam quesitos que não são prontamente acessíveis ao olhar. (Continua...)(Continuação...) O advento do pós-modernismo invalidou as teorias que justificavam o estatuto de arte e de arquitetura das obras com base na sua aparência; com efeito, há pares de objetos iguais, coincidentes ponto por ponto, mas que diferem entre si porque este tem valor artístico e arquitetônico, enquanto aquele não tem.Para falar sobre a natureza das obras de arte e de arquitetura, toma-se a filosofia estética de Georg Wilhelm Friedrich Hegel; conforme a doutrina hegeliana, o pós-modernismo corresponde a um novo estágio do processo de desenvolvimento do espírito, em que a humanidade vai aprofundando a sua consciência de si e do mundo e em que a arte e a arquitetura vão passando da percepção sensorial à reflexão.Finalmente, recusa-se a tese pós-moderna sobre o término das narrativas, com uma defesa da história da arte e da arquitetura. Na segunda parte, apontam-se algumas causas do movimento pós-moderno em Minas Gerais, destacando o ambiente político e cultural no estado e a atuação de Éolo Maia.
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 16.03.2011
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FAUPG20300014969043:72.01 C915f
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      CREMASCO, Matteo Santi; FAGGIN, Carlos Augusto Mattei. Fundamentos da arquitetura pós-moderna: anotações sobre o pós-modernismo em Minas Gerais. 2011.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2011. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/16/16136/tde-27012012-111332/pt-br.php >.
    • APA

      Cremasco, M. S., & Faggin, C. A. M. (2011). Fundamentos da arquitetura pós-moderna: anotações sobre o pós-modernismo em Minas Gerais. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/16/16136/tde-27012012-111332/pt-br.php
    • NLM

      Cremasco MS, Faggin CAM. Fundamentos da arquitetura pós-moderna: anotações sobre o pós-modernismo em Minas Gerais [Internet]. 2011 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/16/16136/tde-27012012-111332/pt-br.php
    • Vancouver

      Cremasco MS, Faggin CAM. Fundamentos da arquitetura pós-moderna: anotações sobre o pós-modernismo em Minas Gerais [Internet]. 2011 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/16/16136/tde-27012012-111332/pt-br.php

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: