Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

A influência das aminas biogênicas na modulação sensorial em abelhas sem ferrão: o papel da octopamina e dopamina na representação gustativa em Melipona scutellaris Latreille 1811 (Hymenoptera, Apidae, Meliponini) (2011)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: BENETOLI, MARCO WELLINGTON - FFCLRP
  • USP Schools: FFCLRP
  • Sigla do Departamento: 592
  • Subjects: ABELHAS; HYMENOPTERA; INSETOS SOCIAIS; COMPORTAMENTO ANIMAL
  • Language: Português
  • Abstract: Em abelhas sociais, como as abelhas sem ferrão (Apidae, Meliponini), a sensibilidade gustativa dos indivíduos está correlacionada a uma série de parâmetros comportamentais. Entre eles, a idade na qual as operarias deixam seus deveres internos e começam o forrageamento, o papel desempenhado no forrageamento e a execução de tarefas complexas que envolvem o aprendizado e memória das características florais durante a coleta. Dentro da mesma colônia existe uma variação natural entre os indivíduos, sendo que algumas abelhas são mais atuantes que outras. Entre os transmissores químicos responsáveis por essa variação comportamental estão às aminas biogênicas. As aminas atuam sob diferentes contextos comportamentais nos invertebrados, sendo comumente definidos como neurotransmissores, neuromoduladores ou neurohôrmonios, dependendo do local de liberação, área de ligação e duração dos seus efeitos. O propósito principal deste trabalho foi investigar se, e como as aminas biogênicas octopamina e dopamina alteraram a sensibilidade gustativa de forrageadoras de néctar da espécie de abelha sem ferrão Melipona scutellaris. A sensibilidade gustativa antes e depois do tratamento com as aminas foi avaliada usando o paradigma da extensão reflexa da próboscide (PER). Técnica que avalia a menor concentração de açúcar necessário para as abelhas distinguirem entre uma solução adocicada e a água destilada. Até agora a influência das aminas biogênicas na percepção sensorial de abelhas foi estudada apenas na espécie Apis mellifera. No presente estudo foi investigado (1) se a octopamina altera, de forma similar à A. mellifera, os limiares de resposta gustativo em Melipona scutellaris, e (2) as mudanças temporárias e a duração máxima de tais alterações. (3) Além disso, diferentes técnicas de aplicação (injetada, oral ou tópica) das aminas octopamina e dopamina foram avaliadas com respeito a sua eficiência emmodificar a sensibilidade gustativa das forrageadoras. (1) Octopamina tinha um efeito claro na responsividade das abelhas à sacarose elevando a sensibilidade gustativa das campeiras e tornando-as mais propensas a estender a probóscide à concentrações menores de sacarose. (2) A diferença máxima observada nas respostas das abelhas, sob efeito de octopamina se deu aos 45min após a ingestão do neuromodulador. (3) Os métodos de tratamento oral, tópico ou injetado das aminas biogênicas foram igualmente efetivos em demonstrar alterações significativas na sensibilidade gustativo das abelhas. A octopamina provocou uma elevação na responsividade das campeiras, enquanto a dopamina provocou um efeito completamente antagônico, reduzindo a sensibilidade às diferentes concentrações de sacarose utilizadas. Esses achados demonstram, pela primeira vez, que as aminas biogênicas utilizadas participam das mudanças comportamentais relacionadas com os estímulos gustativos na espécie M. scutellaris. Estudos utilizando abelhas sem ferrão, como o atual, podem estender os conhecimentos neuroetológicos das substâncias químicas neurais fundamentando a complexa organização das colônias dos insetos eussociais
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 16.02.2011

  • Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FCLRP20800042167Benetoli, Marco Wellington
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      BENETOLI, Marco Wellington; ZUCCHI, Ronaldo. A influência das aminas biogênicas na modulação sensorial em abelhas sem ferrão: o papel da octopamina e dopamina na representação gustativa em Melipona scutellaris Latreille 1811 (Hymenoptera, Apidae, Meliponini). 2011.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2011.
    • APA

      Benetoli, M. W., & Zucchi, R. (2011). A influência das aminas biogênicas na modulação sensorial em abelhas sem ferrão: o papel da octopamina e dopamina na representação gustativa em Melipona scutellaris Latreille 1811 (Hymenoptera, Apidae, Meliponini). Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Benetoli MW, Zucchi R. A influência das aminas biogênicas na modulação sensorial em abelhas sem ferrão: o papel da octopamina e dopamina na representação gustativa em Melipona scutellaris Latreille 1811 (Hymenoptera, Apidae, Meliponini). 2011 ;
    • Vancouver

      Benetoli MW, Zucchi R. A influência das aminas biogênicas na modulação sensorial em abelhas sem ferrão: o papel da octopamina e dopamina na representação gustativa em Melipona scutellaris Latreille 1811 (Hymenoptera, Apidae, Meliponini). 2011 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: