Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

A construção das paisagens turísticas nos descaminhos da Estrada Real (2011)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: BESSA, ALTAMIRO SÉRGIO MÓL - FAU
  • USP Schools: FAU
  • Sigla do Departamento: AUP
  • Subjects: PAISAGEM; TURISMO SUSTENTÁVEL; SUSTENTABILIDADE
  • Language: Português
  • Abstract: Ao tentar retomar ocupações e traçados do passado, o turismo pode retomar, simultaneamente, (in)capacidades e conflitos presentes desde sempre nos lugares. Esta é a tese proposta neste trabalho. Para demonstrá-la, desenvolveu-se uma pesquisa mais abrangente que cuidou de verificar como são construídas as paisagens turísticas em unidades territoriais, núcleos e/ou rotas históricas e os resultados desta construção sobre os territórios. Como objetos de estudo tomou-se dois núcleos históricos situados no antigo Caminho dos Diamantes, uma das três rotas que formavam as chamadas Estradas Reais do Brasil Colônia: os distritos de Milho Verde e São Gonçalo. Estas localidades, grandes produtoras de diamantes nos séculos XVII e XVIII, sofreram, àquela época, a imposição das forças de dominação da Coroa Portuguesa que as transformaram em um enclave rigidamente controlado. Ao final do período da mineração, as duas localidades apresentavam paisagens marcadamente distintas. As de Milho Verde revelavam um quadro de insustentabilidade ambiental ao passo que as de São Gonçalo revelavam um ambiente urbano paisagisticamente qualificado, cercado por uma natureza preservada. Mantidas abandonadas por mais de um século, em função do esvaziamento econômico a que foi submetido todo o Norte Mineiro, estas localidades foram descobertas pelo turismo que ali se instalou nas décadas finais do século XX. Estas novas forças incidentes foram acrescidas das impostas pelos discursos de um projeto turístico público-privado, o Projeto Estrada Real. Os resultados da pesquisa mostraram que o turismo em Milho Verde retomou o antigo Caminho dos Diamantes como condutor dos novos processos insustentáveis que se estabeleceram sobre a localidade. (continua)(continuação) Ao longo deste trajeto histórico, o turismo vai recuperando as incapacidades e conflitos que marcaram a evolução de suas paisagens e nelas sempre estiveram presentes, produzindo novas paisagens insustentáveis, denominadas no trabalho de paisagens convexas. Em São Gonçalo, o tipo de turismo que ali se estabeleceu retomou o antigo Caminho como atrativo turístico, recuperando as capacidades que historicamente fizeram da localidade um lugar paisagisticamente qualificado, resultando no que se denominou paisagens côncavas. A construção metodológica da pesquisa centrou-se na paisagem como principal categoria de percepção e análise dos fenômenos. As paisagens dos lugares foram lidas e analisadas pelas suas forças construtoras: as verticalidades, forças externas aos lugares; as horizontalidades, forças internas; e as forças de filtro. Estas últimas, uma contribuição do trabalho, são formadas pelas legislações e ordenamentos e podem atuar ou não nas paisagens, dependendo da mobilização das horizontalidades e/ou verticalidades. As evidências encontradas na pesquisa apontam para o fato de que o turismo, ao ajustar-se ao existente, pode fazer aflorar aquilo que ao longo dos tempos foi dando forma e sentido às paisagens dos lugares e que nelas permaneceram presentes. Os resultados indicam que, dependendo do tipo de turismo que se implanta nos lugares, pode haver supressão de direitos, principalmente naqueles onde isto já acontecia no passado, ou o surgimento de novas formas de superação de injustiças, de reestruturação econômica e de resolução de conflitos, quando um turismo mais sustentável incidir em lugares com tradição de participação dos atores locais no trabalho coletivo de construção social.
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 31.03.2011
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FAUPG20300015095043:712 B557c
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      BESSA, Altamiro Sérgio Mol; LEITE, Maria Angela Faggin Pereira. A construção das paisagens turísticas nos descaminhos da Estrada Real. 2011.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2011. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/16/16135/tde-11072011-140556/pt-br.php >.
    • APA

      Bessa, A. S. M., & Leite, M. A. F. P. (2011). A construção das paisagens turísticas nos descaminhos da Estrada Real. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/16/16135/tde-11072011-140556/pt-br.php
    • NLM

      Bessa ASM, Leite MAFP. A construção das paisagens turísticas nos descaminhos da Estrada Real [Internet]. 2011 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/16/16135/tde-11072011-140556/pt-br.php
    • Vancouver

      Bessa ASM, Leite MAFP. A construção das paisagens turísticas nos descaminhos da Estrada Real [Internet]. 2011 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/16/16135/tde-11072011-140556/pt-br.php

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: