Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Mapeamento dúplex-Doppler colorido na avaliação da eficácia do Laser de baixa intensidade para o tratamento da tireoidite crônica autoimune: ensaio clínico randomizado placebo-controlado (2011)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: HöFLING, DANILO BIANCHINI - FM
  • USP Schools: FM
  • Sigla do Departamento: MDR
  • Subjects: GLÂNDULA TIREOIDE; HIPOTIREOIDISMO; TERAPIA A LASER; TIREOIDITE AUTOIMUNE; ULTRASSONOGRAFIA DOPPLER EM CORES
  • Language: Português
  • Abstract: INTRODUÇÂO: A tireoidite crônica autoimune (TCA) é a principal causa de hipotireoidismo adquirido, o qual requer tratamento contínuo com levotiroxina (LT4). Até o momento, não há terapia capaz de regenerar o tecido tireóideo lesado e melhorar sua função. Como a terapia com Laser de baixa intensidade (LILT) foi eficaz em outras doenças autoimunes, bem como na regeneração de vários tecidos, o objetivo deste estudo foi avaliar a eficácia do Laser de baixa intensidade no tratamento de pacientes com hipotireoidismo decorrente de tireoidite crônica autoimune utilizando-se os seguintes parâmetros de resposta: a) o mapeamento dúplex-Doppler colorido da tireoide; b) a função tireóidea estimada pela dose de LT4 necessária para manter as concentrações séricas de T3 total, T4 total, T4 livre e TSH normais; c) as concentrações séricas de anticorpos antiperoxidase tireóidea (TPOAb) e antitireoglobulina (TgAb). MÉTODOS: Trata-se de ensaio clínico randomizado, placebo-controlado, conduzido no Instituto de Radiologia do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, de março de 2006 a março de 2009, no qual foram incluídos 43 pacientes com hipotireoidismo causado por TCA. Todos eles apresentavam altas concentrações séricas de TPOAb e/ou TgAb e padrão ultrassonográfico compatível com TCA. Os pacientes foram randomizados em grupo L (submetido à LILT, n = 23) e P (submetido ao placebo, n = 20). Os limites da tireoide foram demarcados com o auxílio da ultrassonografia. Pacientes do grupo L submeteram-se à LILT (830 nm) e os do grupo P à função placebo do mesmo equipamento. Ambos os grupos foram submetidos, no total, à 10 sessões, duas vezes por semana, com a mesma técnica. Realizou-se pré e 30 dias pós-intervenção: o estudo ultrassonográfico (US) pelo modo-B, que incluiu o histograma computadorizado de escala de cinzas para estimar quantitativamente o estudo ultrassonográfico (US)pelo modo-B, que incluiu o histograma computadorizado de escala de cinzas para estimar quantitativamente o índice de ecogenicidade; o US-Doppler colorido de amplitude atribuindo-se valores de 0 a 4 para os padrões de vascularização e o US-Doppler pulsado para estimar a velocidade de pico sistólico e o índice de resistividade das artérias tireóideas superiores e inferiores. Após o segundo US, os pacientes descontinuaram a LT4, a qual foi reintroduzida para os pacientes que apresentaram hipotireoidismo, em dose suficiente para obter normalização hormonal. Realizaram-se determinações séricas de T3 total, T4 total, T4 livre, TSH, TPOAb e TgAb pré-intervenção e no 1º, 2º, 3º, 6º e 9º meses pós-suspensão de LT4. RESULTADOS: No US modo-B pós-intervenção, verificou-se aumento estatisticamente significativo do índice de ecogenicidade no grupo L (1,24 ± 0,11) comparado ao P (0,98 ± 0,07; P < 0,001), assim como a proporção de pacientes com volume normal foi estatisticamente maior no grupo L (P = 0,005). O US-Doppler colorido de amplitude mostrou que o valor do padrão de vascularização foi estatisticamente maior no grupo P (2,3 ± 0,27) do que no L (1,87 ± 0,36; P = 0,033). Observou-se redução da dose de LT4 no grupo L (38,59 ± 20,22 g/dia) comparada à do P (106,88 ± 22,9 g/dia; p < 0,001). TPOAb foi menor no grupo L (681,91 ± 317,44 U/mL) do que no P (1176,40 ± 551,9 U/mL; p = 0,043). Não houve redução de TgAb e efeitos adversos. CONCLUSÕES: A LILT foi eficaz no tratamento da TCA, uma vez que no grupo L verificou-se: a) melhora da ecogenicidade, do volume e do padrão de vascularização da glândula tireoide no mapeamento dúplex-Doppler colorido; b) melhora da função da glândula tireoide, evidenciada pela redução da dose de LT4 necessária para tratar o hipotireoidismo c) modulação parcial da autoimunidade, demonstrada por meio da redução das concentrações séricas de TPOAb
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 16.02.2011
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FM10700097936W4.DB8 SP.USP FM-2 H651ma 2011
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      HÖFLING, Danilo Bianchini; CHAMMAS, Maria Cristina; CHAVANTES, Maria Cristina. Mapeamento dúplex-Doppler colorido na avaliação da eficácia do Laser de baixa intensidade para o tratamento da tireoidite crônica autoimune: ensaio clínico randomizado placebo-controlado. 2011.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2011. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5151/tde-24052011-135655/ >.
    • APA

      Höfling, D. B., Chammas, M. C., & Chavantes, M. C. (2011). Mapeamento dúplex-Doppler colorido na avaliação da eficácia do Laser de baixa intensidade para o tratamento da tireoidite crônica autoimune: ensaio clínico randomizado placebo-controlado. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5151/tde-24052011-135655/
    • NLM

      Höfling DB, Chammas MC, Chavantes MC. Mapeamento dúplex-Doppler colorido na avaliação da eficácia do Laser de baixa intensidade para o tratamento da tireoidite crônica autoimune: ensaio clínico randomizado placebo-controlado [Internet]. 2011 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5151/tde-24052011-135655/
    • Vancouver

      Höfling DB, Chammas MC, Chavantes MC. Mapeamento dúplex-Doppler colorido na avaliação da eficácia do Laser de baixa intensidade para o tratamento da tireoidite crônica autoimune: ensaio clínico randomizado placebo-controlado [Internet]. 2011 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5151/tde-24052011-135655/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: