Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

A gestão escolarizada do programa de alimentação escolar no estado de Goiás (2011)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: VALERIANI, THAÍS DE SOUZA MACHADO - ESALQ
  • USP Schools: ESALQ
  • Sigla do Departamento: LAN
  • Subjects: ALIMENTAÇÃO ESCOLAR; AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO; ESCOLARIZAÇÃO
  • Language: Português
  • Abstract: Com o intuito de atender às recomendações do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE), o poder público adota modelos de gestão que julga eficiente, porém as informações sobre a eficácia e eficiência, antes e após a implementação dos mesmos são escassas, o que dificulta os estudos de avaliação. O Estado de Goiás, a partir de 1995, migrou do modelo de gestão centralizado para o modelo de gestão descentralizado, no qual o Governo do Estado de Goiás transfere para as unidades escolares os recursos financeiros bem como a responsabilidade de execução do Programa de Alimentação Escolar. Visando avaliar o modelo de gestão em questão, 51 unidades de ensino estadual de 04 Subsecretarias de Educação Regional foram avaliadas. Foram calculados a composição nutricional (carboidratos, proteínas, lipídeos, fibras, vitaminas A e C, ferro, cálcio, magnésio e zinco), o Ndpcal e o valor calórico dos cardápios oferecidos. Os índices de adesão e aceitação foram verificados. As condições operacionais referentes a recursos humanos, equipamentos, utensílios, estrutura de distribuição das refeições, custos e a presença de cantinas também foram averiguadas. Como resultados, os valores médios da composição nutricional e do valor calórico das refeições mostraram-se abaixo dos preconizados pelo PNAE. A adesão média foi de 49%, considerando o número de alunos matriculados. Já sobre os presentes, o índice subiu para 56%. A presença de cantinas, o período (matutino e vespertino) e o tipo de cardápio influenciaram na adesão ao Programa. Dos cardápios planejados, 23% não foram cumpridos e a aceitação média foi de 87%. Em 80% das escolas as preparações foram servidas em sala de aulas. Em relação aos equipamentos e utensílios, 64% e 72%, respectivamente, encontravam-se em bom estado. O número de funcionários da cozinha não é padronizado einsuficiente para atender a demanda, bem como o de nutricionistas. Um dos objetivos da implantação do modelo escolarizado no estado de Goiás foi a melhoria na qualidade, porém, de acordo com todos os resultados obtidos, a realidade do Programa das unidades de ensino ainda não condiz com às referências estabelecidas pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 27.04.2011
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    ESABC10500119144t642.5 V163g e.2 99917
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      VALERIANI, Thaís de Souza Machado; STURION, Gilma Lucazechi. A gestão escolarizada do programa de alimentação escolar no estado de Goiás. 2011.Universidade de São Paulo, Piracicaba, 2011. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11141/tde-24052011-130545/ >.
    • APA

      Valeriani, T. de S. M., & Sturion, G. L. (2011). A gestão escolarizada do programa de alimentação escolar no estado de Goiás. Universidade de São Paulo, Piracicaba. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11141/tde-24052011-130545/
    • NLM

      Valeriani T de SM, Sturion GL. A gestão escolarizada do programa de alimentação escolar no estado de Goiás [Internet]. 2011 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11141/tde-24052011-130545/
    • Vancouver

      Valeriani T de SM, Sturion GL. A gestão escolarizada do programa de alimentação escolar no estado de Goiás [Internet]. 2011 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11141/tde-24052011-130545/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: