Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Oxidação alílica de alcenos catalisada por nanopartículas de óxido de cobalto suportadas (2011)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: SILVA, FERNANDA PARRA DA - IQ
  • USP Schools: IQ
  • Sigla do Departamento: QFL
  • Subjects: CATÁLISE; OXIDAÇÃO; NANOPARTÍCULAS
  • Language: Português
  • Abstract: Este trabalho compreende a síntese e caracterização de um novo catalisador magneticamente recuperável de CoO para oxidação alílica de alcenos. O catalisador foi preparado através da deposição de nanopartículas (de tamanho entre 2-3 nm) do metal cataliticamente ativo em nanopartículas de magnetita revestidas por sílica. A natureza magnética do suporte permitiu a fácil separação do catalisador do meio reacional após o termino das reações pela simples aproximação de um ímã na parede do reator. O catalisador pôde ser completamente separado da fase líquida, fazendo com que a utilização de outros métodos de separação como filtração e centrifugação, comumente utilizados em sistemas heterogêneos líquidos, fossem completamente dispensados. O catalisador foi inicialmente testado em reações de oxidação do substrato modelo cicloexeno e mostrou seletividade para a produção do produto alílico, cicloex-2-en-1-ona, que é reagente de partida de grande interesse para a síntese de diversos materiais na indústria química. As reações de oxidação foram realizadas utilizando-se apenas ´OIND.2´ como oxidante primário, dispensando o uso de oxidantes tóxicos como cromatos ou permanganatos, que não são recomendados do ponto de vista ambiental. O catalisador sintetizado mostrou ser reutilizável em sucessivos ciclos de oxidação, destacando-se o aumento da seletividade para a formação da cetona alílica conforme o catalisador perde atividade. A lixiviação da espécie ativa para o meio reacional, problema comumna catálise heterogênea, não foi observada. Um estudo cinético mostrou que mesmo no inicio da reação o catalisador tem seletividade para a ocorrência de oxidação alílica em detrimento da reação de oxidação direta que dá origem ao produto epóxido. Em todos os tempos estudados o produto principal da reação foi sempre a cicloexenona. Os estudos também revelaram que CoO é a espécie mais ativa quando comparado com ´CoPOT.2+´, ´CoIND.3´´OIND.4´ e ´FeIND.3´´OIND.4´ nas mesmas condições reacionais. O catalisador de CoO foi empregado na oxidação de monoterpenos mostrando alta seletividade para a formação dos produtos alílicos, resultando em derivados oxigenados altamente valiosos para a indústria de fragrâncias
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 31.03.2011
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    CQ30100017937T546.121 S586o
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SILVA, Fernanda Parra da; ROSSI, Liane Marcia. Oxidação alílica de alcenos catalisada por nanopartículas de óxido de cobalto suportadas. 2011.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2011. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/46/46134/tde-12042011-102838/ >.
    • APA

      Silva, F. P. da, & Rossi, L. M. (2011). Oxidação alílica de alcenos catalisada por nanopartículas de óxido de cobalto suportadas. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/46/46134/tde-12042011-102838/
    • NLM

      Silva FP da, Rossi LM. Oxidação alílica de alcenos catalisada por nanopartículas de óxido de cobalto suportadas [Internet]. 2011 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/46/46134/tde-12042011-102838/
    • Vancouver

      Silva FP da, Rossi LM. Oxidação alílica de alcenos catalisada por nanopartículas de óxido de cobalto suportadas [Internet]. 2011 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/46/46134/tde-12042011-102838/