Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Os verbos de transferência movimento no PB e a expressão do objeto indireto: revisitando a noção de estrutura argumental à luz da morfologia distribuída (2011)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: MORETTI, FABIANA CRISTINA BALDIM LOPES - FFLCH
  • USP Schools: FFLCH
  • Subjects: PORTUGUÊS DO BRASIL (GRAMÁTICA); VERBO; OBJETO INDIRETO
  • Language: Português
  • Abstract: Os verbos que expressam eventos de transferência movimento no PB são formados a partir de Raízes que envolvem, em sua semântica, um agente, um elemento transferido movido e um recebedor alvo. Geralmente, esses verbos formam construções sintáticas ditransitivas, em que o agente é expresso por meio do sujeito, o elemento transferido movido por meio de um objeto direto e o recebedor alvo por meio de um objeto indireto. Nesses contextos sintáticos, o objeto indireto tem suscitado, na literatura pertinente, algumas discussões sobre sua natureza, como: argumento ou adjunto, e, ainda, complemento dativo ou complemento oblíquo. Essas discussões demonstram a indefinição do estatuto sintático-semântico desse elemento para as teorias linguísticas. Entendemos que essas discussões estão ligadas à concepção de estrutura da gramática assumida pelos diferentes pesquisadores e, também, ao modo como estes entendem que as noções de estrutura argumental e de estrutura sintática interagem dentro dessa concepção. Em outras palavras, o debate surge, pois, na caracterização da relação gramatical do objeto indireto com o verbo, é fundamental que o pesquisador disponha de uma teoria da estrutura argumental que lhe permita estabelecer o mapeamento e o licenciamento dos argumentos na sintaxe. Assumimos, neste trabalho, a estrutura da gramática tal como esta é concebida pela Morfologia Distribuída (Distribuited Morphology, doravante, DM) (Halle & Marantz 1993). Segundo a DM, os morfemas são constituídospor traços sintáticosemânticos disponibilizados pela Gramática Universal. Os verbos consistem de morfemas-l (Raízes) em determinadas relações estruturais com morfemas-f, licenciadores de estruturas sintáticas de natureza verbal. Não pressupondo um mapeamento determinístico das propriedades semânticas das Raízes na sintaxe, a DM consegue explicar a possibilidade de um mesmo verbo ocorrer em mais de uma estrutura sintática, sem precisar recorrer, por exemplo, a duas entradas lexicais para esse mesmo verbo. Dessa forma, constitui-se em um modelo mais vantajoso para explicar fenômenos relacionados à estrutura argumental e à realização de argumentos do que modelos baseados na entrada lexical, o que justifica nossa opção teórica. Além disso, essa teoria nos permite participar das discussões mencionadas acima sobre o objeto indireto. Assumimos que esse elemento tem o estatuto de argumento dos verbos de transferência movimento (VT/M) no PB, sendo um complemento dativo. Pressupostos como a inserção tardia de fonologia em Spell-Out (uma operação póssintática) e a subespecificação do item de vocabulário, assinaladas pela DM, dão conta de explicar os casos em que o objeto indireto não é realizado fonologicamente, ocorrendo na estrutura sintática como um argumento nulo anafórico ou como um argumento implícito sem referência anafórica, bem como os casos em que esse elemento não ocorre na estrutura sintática derivada pelo verbo dar
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 04.02.2011
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FFLCH20900096346T MORETTI, FABIANA CRISTINA BALDIM LOPES 2010
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      MORETTI, Fabiana Cristina Baldim Lopes; SCHER, Ana Paula. Os verbos de transferência movimento no PB e a expressão do objeto indireto: revisitando a noção de estrutura argumental à luz da morfologia distribuída. 2011.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2011. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8139/tde-14062011-143152/ >.
    • APA

      Moretti, F. C. B. L., & Scher, A. P. (2011). Os verbos de transferência movimento no PB e a expressão do objeto indireto: revisitando a noção de estrutura argumental à luz da morfologia distribuída. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8139/tde-14062011-143152/
    • NLM

      Moretti FCBL, Scher AP. Os verbos de transferência movimento no PB e a expressão do objeto indireto: revisitando a noção de estrutura argumental à luz da morfologia distribuída [Internet]. 2011 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8139/tde-14062011-143152/
    • Vancouver

      Moretti FCBL, Scher AP. Os verbos de transferência movimento no PB e a expressão do objeto indireto: revisitando a noção de estrutura argumental à luz da morfologia distribuída [Internet]. 2011 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8139/tde-14062011-143152/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: