Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

A construção do conhecimento entre o abstrair e o contextualizar: o caso do ensino da matemática (2011)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: SPINELLI, WALTER - FE
  • Unidades: FE
  • Sigla do Departamento: EDM
  • Subjects: MATEMÁTICA (ESTUDO E ENSINO); ABSTRAÇÃO
  • Language: Português
  • Abstract: Este trabalho analisa a importância que o desenvolvimento de conteúdos com base em contextos de ensino representa para a construção do conhecimento, especialmente o conhecimento matemático. O foco principal da reflexão pode ser traduzido na seguinte questão: O que significa contextualizar o ensino, de modo geral, nas diversas etapas de educação e, mais especificamente, o que significa contextualizar o ensino da Matemática? As abstrações que o sujeito realiza desempenham importante papel na construção de qualquer conhecimento. Nesse processo, no âmbito educacional, os contextos de ensino são agentes que dão vida às abstrações, na medida em que configuram o objeto de estudo sobre uma rede de significações em que diversos conceitos se associam, permitindo, dessa forma, que o objeto do conhecimento seja visto como um feixe de relações, estabelecido a partir do conjunto de circunstâncias que caracteriza o contexto adotado. As abstrações, portanto, no que se refere à construção do conhecimento, não se constituem em ponto de partida e nem de chegada. Situam-se, pois, no estágio intermediário entre dois níveis de conhecimento concreto do objeto, favorecendo a ascensão de um a outro nível. Documentos oficiais publicados em décadas recentes apontam para a necessidade da contextualização do ensino. Os Parâmetros Curriculares Nacionais (PCN) e as diretrizes do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) são, nesse sentido, emblemáticos, pois apresentam visões concordantes que orientam acontextualização do ensino para os universos do trabalho, da cidadania, da cultura, da tecnologia e da ciência, sob o foco, principalmente, da interdisciplinaridade. A efetivação de propostas dessa natureza passa pela composição de contextos com características diversas, voltadas para a interdisciplinaridade, para aplicações cotidianas dos conceitos, para a história da Matemática, dentre outros, sem relegar a segundo plano os contextos intradisciplinares, voltados para as relações internas à própria disciplina. Na composição de contextos de qualquer natureza revela-se a importância do papel do professor, como tecelão de percursos sobre a rede conceitual, organizando as narrativas convincentes para o transporte dos significados. O conhecimento que se constrói sob determinado contexto se universaliza quando são rompidas as invisíveis fronteiras desse contexto e outras relações de significado são construídas, em novos contextos. Assim, na construção do conhecimento, navegamos em um metafórico espaço de significações, que se caracteriza como um eixo em que a contextualização ocupa um dos extremos e a extrapolação dos contextos, o outro, de modo que a maior ou menor competência do sujeito é verificada por sua desenvoltura no percorrer de um a outro extremo desse eixo. É parco, portanto, o conhecimento que se constrói apenas sob os limites de determinado contexto e nele estaciona. O conjunto das referências teóricas utilizadas para a verificação da tese principal deste trabalhofoi formado, principalmente, pelos escritos de Machado (2002, 2009), Goodman (1995) e Popper (2009). Os resultados da pesquisa permitem vislumbrar implicações e prolongamentos que poderão ser desenvolvidos em trabalhos futuros, conforme apontado na parte final do trabalho
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 28.03.2011

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SPINELLI, Walter; MACHADO, Nílson José. A construção do conhecimento entre o abstrair e o contextualizar: o caso do ensino da matemática. 2011.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2011. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/48/48134/tde-10062011-134105/ >.
    • APA

      Spinelli, W., & Machado, N. J. (2011). A construção do conhecimento entre o abstrair e o contextualizar: o caso do ensino da matemática. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/48/48134/tde-10062011-134105/
    • NLM

      Spinelli W, Machado NJ. A construção do conhecimento entre o abstrair e o contextualizar: o caso do ensino da matemática [Internet]. 2011 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/48/48134/tde-10062011-134105/
    • Vancouver

      Spinelli W, Machado NJ. A construção do conhecimento entre o abstrair e o contextualizar: o caso do ensino da matemática [Internet]. 2011 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/48/48134/tde-10062011-134105/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2019