Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Imputação de dados pluviométricos e sua aplicação na modelagem de eventos extremos de seca agrícola (2011)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: FERRARI, GLÁUCIA TATIANA - ESALQ
  • USP Schools: ESALQ
  • Sigla do Departamento: LCE
  • Subjects: BANCO DE DADOS; CONTROLE DA QUALIDADE; ESTAÇÕES METEOROLÓGICAS; MODELAGEM DE DADOS; PLUVIOMETRIA; PRECIPITAÇÃO ATMOSFÉRICA; SECA
  • Language: Português
  • Abstract: Este trabalho relata o procedimento utilizado na obtenção de um banco de dados contínuo de precipitação diária de estações meteorológicas localizadas no Estado do Paraná. O banco de dados é composto por 484 séries históricas com dados entre janeiro de 1975 a dezembro de 2009. Para preencher os dados faltantes do banco de dados foram testados três métodos de imputação: o vizinho mais próximo, distância inversa ponderada e regressão linear. A raiz do erro quadrático médio (REQM) foi utilizada para comparar os métodos e o método da distância inversa ponderada proporcionou o melhor resultado. Após a imputação, os dados passaram por um processo de controle de qualidade que teve como objetivo identificar possíveis erros como precipitação idêntica em sete dias consecutivos (não aplicados a dados de precipitação zero) e valores de precipitação que diferem significativamente dos valores em estações meteorológicas vizinhas. Neste processo foram substituídos 1,21% valores de precipitação. Com o banco de dados contínuo, o interesse foi utilizar a teoria de valores extremos para modelar o período seco (número máximo de dias consecutivos com precipitação abaixo de 7mm para o período entre janeiro e fevereiro) crítico para a fase de enchimento de grãos da soja nas cinco principais mesorregiões(Centro Ocidental, Centro Sul, Norte Central, Oeste e Sudoeste) produtoras do Estado do Paraná. Pelo teste de Kolmogorov-Smirnov, ao nível de 5% de significância, a distribuição Gumbel foi a que melhor se ajustou aos dados de cada mesorregião e assim, a probabilidade de ocorrência de valores extremos de seca acima de 5, 25, 35 e 45 dias, o período de retorno para os maiores valores registrados em cada mesorregião e os níveis de retorno para o período de 5, 25, 50 e 75 anos foram calculados.
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 17.06.2011
  • Acesso online ao documento

    Acesso à fonte or search this record in

    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      FERRARI, Gláucia Tatiana; OZAKI, Vitor Augusto. Imputação de dados pluviométricos e sua aplicação na modelagem de eventos extremos de seca agrícola. 2011.Universidade de São Paulo, Piracicaba, 2011. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11134/tde-28062011-103251/ >.
    • APA

      Ferrari, G. T., & Ozaki, V. A. (2011). Imputação de dados pluviométricos e sua aplicação na modelagem de eventos extremos de seca agrícola. Universidade de São Paulo, Piracicaba. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11134/tde-28062011-103251/
    • NLM

      Ferrari GT, Ozaki VA. Imputação de dados pluviométricos e sua aplicação na modelagem de eventos extremos de seca agrícola [Internet]. 2011 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11134/tde-28062011-103251/
    • Vancouver

      Ferrari GT, Ozaki VA. Imputação de dados pluviométricos e sua aplicação na modelagem de eventos extremos de seca agrícola [Internet]. 2011 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11134/tde-28062011-103251/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2019