Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Coeficiente de descarga em emissores de pivô central (2011)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: SILVA, RENATO MOREIRA DA - ESALQ
  • USP Schools: ESALQ
  • Sigla do Departamento: LER
  • Subjects: EQUIPAMENTOS AGRÍCOLAS; HIDRÁULICA APLICADA; IRRIGAÇÃO POR PIVÔ CENTRAL (DIMENSIONAMENTO)
  • Language: Português
  • Abstract: A crescente busca por tecnologias com melhor desempenho energético faz com que a engenharia da irrigação desenvolva emissores que apresentem coeficientes de descarga mais elevados. O presente trabalho teve como objetivo determinar os coeficientes de descarga dos emissores comerciais (Senninger, Nelson e Fabrimar), utilizados em sistema de irrigação pivô central, visando desenvolver equações de regressão para cálculo do Cd, de acordo com o diâmetro do bocal e a pressão de serviço dos emissores, assim como comparar o dimensionamento hidráulico destes sistemas de irrigação com base no Cd médio e no Cd específico de cada diâmetro de bocal. Os ensaios foram realizados no Laboratório de Irrigação do Departamento de Engenharia de Biossistemas da ESALQ, Universidade de São Paulo, seguindo o padrão de pressão utilizado na comercialização destes emissores (PSI). Foram avaliados 45 bocais Senninger, 42 bocais Nelson e 36 bocais Fabrimar, de diferentes diâmetros nominais, compreendidos entre 1/16 e 13/32 (1,59 e 10,32 mm), com três repetições, totalizando 369 bocais ensaiados. As pressões de operação variaram entre a faixa de 6 a 30 PSI (41,37 a 206,84 kPa), com intervalos de leituras a cada 2 PSI (13,79 kPa), totalizando 13 pressões analisadas por bocal. Foram ajustadas as curvas do coeficiente de descarga em função do diâmetro do bocal, para quatro pressões de operação 10, 15, 20, e 30 PSI (68,95, 103,42, 137,90 e 206,84 kPa)Utilizaram-se dois manômetros de precisão (analógico e digital) previamente calibrados em um manômetro de peso morto. As vazões foram obtidas utilizando-se três medidores eletromagnético-indutivos calibrados em recipiente volumétrico. O diâmetro dos bocais foi mensurado por meio de uma ampliação em projetor de perfil. Os resultados evidenciam que o coeficiente de descarga varia em função do diâmetro do bocal, da pressão de operação e do ângulo de convergência (fator construtivo). Nos ensaios conduzidos, obtiveram-se valores de Cd compreendidos na faixa de 0,88 a 0,98 para a faixa de emissores analisados. O coeficiente de uniformidade de distribuição não se diferenciou entre os sistemas hidráulicos dimensionados com Cd médio e especifico para cada diâmetro de bocal
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 20.04.2011
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    ESABC10500119449t637.1 S586c e.2 100254
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SILVA, Renato Moreira da; COELHO, Rubens Duarte. Coeficiente de descarga em emissores de pivô central. 2011.Universidade de São Paulo, Piracicaba, 2011. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11143/tde-20062011-094721/ >.
    • APA

      Silva, R. M. da, & Coelho, R. D. (2011). Coeficiente de descarga em emissores de pivô central. Universidade de São Paulo, Piracicaba. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11143/tde-20062011-094721/
    • NLM

      Silva RM da, Coelho RD. Coeficiente de descarga em emissores de pivô central [Internet]. 2011 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11143/tde-20062011-094721/
    • Vancouver

      Silva RM da, Coelho RD. Coeficiente de descarga em emissores de pivô central [Internet]. 2011 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11143/tde-20062011-094721/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: