Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Avaliação da atividade antiofídica do extrato vegetal de Anacardium humile:Isolamento e caracterização fitoquímica do ácido gálico com potencial antimiotóxico (2011)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: COSTA, TÁSSIA RAFAELLA - FCFRP
  • USP Schools: FCFRP
  • Sigla do Departamento: S/D
  • Subjects: FOSFOLIPASES A; SERPENTES; VENENOS DE ORIGEM ANIMAL; PLANTAS MEDICINAIS (ANTAGONISTAS E INIBIDORES)
  • Language: Português
  • Abstract: foi submetido a fracionamento cromatográfico analítico, e em condições polares foi possível identificar e isolar o ácido gálico, o qual demonstrou tempo de retenção e espectros de ressonância magnética nucleares similares ao padrão comercial e a dados de literatura deste mesmo composto, respectivamente. O ácido gálico isolado foi capaz de inibir a atividade miotóxica induzida pela peçonha bruta de B. jararacussu e sua principal miotoxina, a bothropstoxina-I, uma PLA2-símile Lys49. A análise dos espectros de dicroísmo circular e os estudos de interação por modelagem molecular sugerem que o ácido gálico forma um complexo com a BthTX-I de B. jararacussu em seu sítio ativo, inibindo sua atividade tóxica. A ligação do ácido gálico com as miotoxinas não modificou nem a forma e nem a intensidade dos espectros de dicroísmo circular, não induzindo alterações significativas na porcentagem dos diversos domínios que constituem a estrutura secundária destas proteínas. O ácido gálico assim como outros taninos, tem revelado-se um bom inibidor das ações tóxicas de peçonhas de serpentes e está relacionado com a ação inibitória do extrato de Anacardium humileOs envenenamentos ofídicos constituem um problema relevante de saúde pública em diversas regiões do mundo, particularmente em países da zona tropical e neotropical. A fisiopatologia do acidente ofídico é constituída por uma série de eventos complexos tanto a nível local quanto sistêmico, e o soro antiofídico é o único tratamento utilizado. No entanto, os efeitos tóxicos locais induzidos durante o envenenamento por serpentes, principalmente do gênero Bothrops, não são eficientemente neutralizados pela soroterapia tradicional. Por esta razão, procuram-se alternativas complementares, como as plantas medicinais antiofídicas que são usadas por comunidades que não têm acesso a soroterapia. A flora brasileira possui uma ampla variedade de plantas medicinais com potencial antiofídico, as quais têm sido pouco estudadas cientificamente. Neste estudo foram realizados ensaios in vitro e in vivo de neutralização de peçonhas ofídicas com o extrato aquoso das entrecascas de Anacardium humile (EAAh), e, o isolamento e a caracterização fitoquímica de um inibidor de miotoxinas, o ácido gálico (AG). Para os ensaios de inibição, foram utilizadas soluções contendo peçonha bruta ou toxina isolada misturadas com diferentes quantidades de extrato vegetal que foram previamente incubadas por 30 min a 37°C. Também foi realizada administração do extrato após o envenenamento em diferentes intervalos de tempo para os testes de inibição da miotoxicidade. Observou-se que EAAh tem atividade inibitória sobre os efeitos tóxicos (letalidade, miotoxicidade, e hemorragia) e farmacológicos/enzimáticos (edema, atividade fosfolipásica e coagulante) induzidos pelas peçonhas de serpentes dos gêneros Bothrops, Crotalus, Lachesis e das toxinas isoladas. O extrato vegetal inibiu 100% a letalidade induzida pela peçonha de C. d. terrificus e sua principal neurotoxina, a crotoxina. O EAAh
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 18.02.2011
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FCFRP10600009989Costa, Tássia Rafaella
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      COSTA, Tássia Rafaella; SOARES, Andreimar Martins. Avaliação da atividade antiofídica do extrato vegetal de Anacardium humile:Isolamento e caracterização fitoquímica do ácido gálico com potencial antimiotóxico. 2011.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2011. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/60/60134/tde-18042011-145217/ >.
    • APA

      Costa, T. R., & Soares, A. M. (2011). Avaliação da atividade antiofídica do extrato vegetal de Anacardium humile:Isolamento e caracterização fitoquímica do ácido gálico com potencial antimiotóxico. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/60/60134/tde-18042011-145217/
    • NLM

      Costa TR, Soares AM. Avaliação da atividade antiofídica do extrato vegetal de Anacardium humile:Isolamento e caracterização fitoquímica do ácido gálico com potencial antimiotóxico [Internet]. 2011 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/60/60134/tde-18042011-145217/
    • Vancouver

      Costa TR, Soares AM. Avaliação da atividade antiofídica do extrato vegetal de Anacardium humile:Isolamento e caracterização fitoquímica do ácido gálico com potencial antimiotóxico [Internet]. 2011 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/60/60134/tde-18042011-145217/