Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Viajando pelo agridoce toque da ciência: o serviço de ortofrenia e higiene mental no Rio de Janeiro de 1930: seus efeitos na escola, família, comunidade (2011)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: ALMEIDA, ADIR DA LUZ - FE
  • USP Schools: FE
  • Sigla do Departamento: EDF
  • Subjects: EDUCAÇÃO; HISTÓRIA SOCIAL; CIÊNCIA
  • Language: Português
  • Abstract: O foco da pesquisa são as ações do Serviço de Ortofrenia e Higiene Mental, Seção do Instituto de Pesquisas Educacionais, da Diretoria Geral de Educação e Cultura do Rio de Janeiro de 1930, durante a chefia de Arthur Ramos (1934-1939). A intervenção do Serviço junto às chamadas Escolas Experimentais, buscou prevenir comportamentos considerados inadequados das crianças; objetivo que procura alcançar fazendo deslocamento conceitual de criança anormal para criança problema. Problemas que para o médico-antropólogo Arthur Ramos, e muitos dos seus colaboradores podem e devem ser resolvidos, já que são oriundos das relações produzidas pelos diversos grupos sociais dos quais as crianças fazem parte: família, escola, comunidade onde vivem Inicialmente levadas em seis escolas chamadas de experimentais, têm a pretensão de estender-se para todas as escolas públicas e, dessa forma, produzir, através da escola, novas formas de viver, agir, pensar na população em geral. A partir dos cinco anos que esteve à frente do SOHM, Ramos escreve o livro A Criança Problema, que tem como base empírica as fichas das crianças consideradas problemas. O tratamento teórico-metodológico dado ao trabalho advém da historiografia francesa ligada à história social e cultural no diálogo com a antropologia, buscando as contribuições da sociologia, da análise do discurso, e da micro-história italiana; utilizadas como ferramentas de trabalho, destacando o trabalho com as fontes. A articulação com a Antropologiatornou-se fundamental, para melhor vislumbrar as ações de Arthur Ramos, já que este buscou firmar-se no campo da Antropologia e seus escritos sobre educação é dirigido aos educadores, não sendo como educador que se identifica e nos seus combates políticos não é este lugar que busca ocupar. Buscar trançar foco e fundo constituiu-se no movimento da pesquisa e da escrita
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 21.02.2011
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FE2050008580137(81) A447v
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      ALMEIDA, Adir da Luz; CARVALHO, Marta Maria Chagas de. Viajando pelo agridoce toque da ciência: o serviço de ortofrenia e higiene mental no Rio de Janeiro de 1930: seus efeitos na escola, família, comunidade. 2011.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2011. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/48/48134/tde-28062011-102117/ >.
    • APA

      Almeida, A. da L., & Carvalho, M. M. C. de. (2011). Viajando pelo agridoce toque da ciência: o serviço de ortofrenia e higiene mental no Rio de Janeiro de 1930: seus efeitos na escola, família, comunidade. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/48/48134/tde-28062011-102117/
    • NLM

      Almeida A da L, Carvalho MMC de. Viajando pelo agridoce toque da ciência: o serviço de ortofrenia e higiene mental no Rio de Janeiro de 1930: seus efeitos na escola, família, comunidade [Internet]. 2011 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/48/48134/tde-28062011-102117/
    • Vancouver

      Almeida A da L, Carvalho MMC de. Viajando pelo agridoce toque da ciência: o serviço de ortofrenia e higiene mental no Rio de Janeiro de 1930: seus efeitos na escola, família, comunidade [Internet]. 2011 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/48/48134/tde-28062011-102117/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: