Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Educação e mundo comum em Hannah Arendt: reflexões e relações em face da crise do mundo moderno (2011)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: CUSTODIO, CRISLEI DE OLIVEIRA - FE
  • USP Schools: FE
  • Sigla do Departamento: EDF
  • Subjects: EDUCAÇÃO; CRISES; DISCURSO; FILOSOFIA DA EDUCAÇÃO; MODERNIDADE
  • Language: Português
  • Abstract: Este trabalho apresenta uma reflexão sobre as relações entre educação e mundo comum no pensamento de Hannah Arendt. A autora concebe o mundo comum como artificialismo humano e palco das aparências, instância que abriga o cabedal de conhecimentos, instituições, significados, virtudes, linguagens, histórias e costumes de uma comunidade. O mundo, na concepção arendtiana, abarca a esfera pública dos negócios humanos, na qual se dão as ações políticas e onde a visibilidade e a presença dos outros constituem o palco em que os homens podem revelar sua singularidade. Nessa concepção, o mundo é tido como o sentido último da formação de jovens e crianças, dado que, de acordo com Arendt, a essência da educação é a natalidade. Assim, partindo da ideia de que o sentido da educação é o nascimento e a chegada de crianças a um mundo humano que transcende nossa existência no tempo e no espaço, tivemos como objetivo pensar sobre as relações entre a formação dos novos e o mundo, bem como refletir sobre a tarefa educativa diante da perda da tradição e da autoridade em nossos tempos. Desse modo, a presente dissertação dispôs-se a analisar a seguinte problemática: diante de um mundo esfacelado e tomado pela esfera social, é possível conceber uma educação que se constitua como um elo de aproximação entre o velho e o novo, os jovens e o mundo? E, ainda, qual é o sentido de inserir os novos em um mundo em ruínas, haja vista que a salvaguarda deste mundo da total destruição é o ineditismo e arenovação que as crianças e os jovens podem oferecer-lhe? Diante desse contexto, discutimos as relações de inserção, conservação e renovação entre a educação e o mundo na tentativa de examinar e debater um possível significado para a ação educativa em face da crise do mundo moderno. Em nossa análise, consideramos que o mundo é, para a educação, o significado fundamental de seus esforços e o legado que uma comunidade concebe como digno de ser deixado como herança para as novas gerações
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 13.05.2011
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FE20500085833T 37.01 C987e
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      CUSTODIO, Crislei de Oliveira; CARVALHO, José Sérgio Fonseca de. Educação e mundo comum em Hannah Arendt: reflexões e relações em face da crise do mundo moderno. 2011.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2011. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/48/48134/tde-04072011-144919/ >.
    • APA

      Custodio, C. de O., & Carvalho, J. S. F. de. (2011). Educação e mundo comum em Hannah Arendt: reflexões e relações em face da crise do mundo moderno. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/48/48134/tde-04072011-144919/
    • NLM

      Custodio C de O, Carvalho JSF de. Educação e mundo comum em Hannah Arendt: reflexões e relações em face da crise do mundo moderno [Internet]. 2011 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/48/48134/tde-04072011-144919/
    • Vancouver

      Custodio C de O, Carvalho JSF de. Educação e mundo comum em Hannah Arendt: reflexões e relações em face da crise do mundo moderno [Internet]. 2011 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/48/48134/tde-04072011-144919/