Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Investigação de um possível viés imunossupressor em células dendríticas derivadas de indivíduos portadores de câncer (2011)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: RAMOS, RODRIGO NALIO - ICB
  • USP Schools: ICB
  • Sigla do Departamento: BMI
  • Subjects: CÉLULAS DENDRÍTICAS; CÉLULAS CULTIVADAS DE TUMOR; NEOPLASIAS; TOLERÂNCIA IMUNOLÓGICA; LINFÓCITOS T; CITOMETRIA DE FLUXO
  • Language: Português
  • Abstract: As células dendríticas (DCs) são as mais eficazes células apresentadoras de antígenos. Mesmo com a possibilidade da geração de DCs in vitro, que permitiu a criação de protocolos de vacinação antitumoral, mecanismos de tolerância periférica, mediados por células T reguladoras, impedem uma resposta imune antitumoral eficaz. O presente estudo visou avaliar, in vitro, a geração de linfócitos T reguladores por células dendríticas derivadas de pacientes portadoras de câncer de mama. Para tanto, DCs foram diferenciadas a partir de monócitos do sangue periférico de pacientes com câncer, por sete dias, na presença de GM-CSF e IL-4 (DCs imaturas - iDCs), e ativadas, por adição de TNF-α no dia cinco de cultura (DCs maduras - mDCs). As DCs foram caracterizadas, por citometria de fluxo, quanto à: expressão de CD1a, CD11c, CD14, CD80, CD86, CD83, CD123, PD-L1, HLA-ABC e HLA-DR; produção de IL-10 e TGF-beta1, por ELISA; e ainda em ensaio funcional, que se deu pela co-cultura das DCs com linfócitos T (CD3+, CD3+CD25neg ou CD4+CD25neg), isolados por microsferas imunomagnéticas. Após co-cultura, a expressão de CD25, a proliferação (diluição de CFSE), a produção de citocinas (IFN-γ, IL-10, TGF-beta1) e a geração de células Tregs foram analisadas. As células foram caracterizadas como Tregs por seu fenótipo (CD4+CD25+CD127lowCTLA-4+Foxp3+) e sua capacidade supressora sobre linfócitos alogeneicos. iDCs de pacientes apresentaram aumento da expressão de CD86 (com duas subpopulações: CD86High e CD86Low) e CD123 além de produção elevada de IL-10 e TGF-beta1 bioativo. Co-culturas com DCs de pacientes apresentaram níveis altos de TGF-beta1 bioativo (298,08 pg/ml x ctrl: 57,63 pg/ml) e induziram um alta freqüência de Tregs (iDCs: 57% ± 4,1; mDCs: 48% ± 5,0 x ctrl: 2,5% ± 0,7) a partir de precursores CD25negFoxp3neg, que foram capazes de suprimir a proliferação de linfócitos alogeneicosO bloqueio de TGF-beta nas co-culturas reduziu parcialmente a freqüência de Treg geradas por DCs de pacientes. Esses achados são condizentes com a alta freqüência de Tregs no sangue periférico dessas mesmas pacientes (19,5% ± 2,3 x 8% ± 2,3) e com a presença de células com fenótipo de DCs no sangue, apresentando marcação semelhante a iDCs geradas in vitro. Por outro lado, iDCs provenientes de doadoras saudáveis induziram estimulação linfocitária mais intensa (35,7% ± 7,9 x 11,8 ± 5,9% CD25+), intensa proliferação de linfócitos CD4+ (82,7% x 29,4%) e CD8+ (73,8% x 21%) e alta produção de IFN-γ (109,85 pg/ml x 7,86 pg/ml) nas co-culturas. Estes dados indicam que DCs derivadas de monócitos de pacientes com câncer de mama apresentam um viés imunossupressor que não é estritamente dependente do seu status de maturação ou de TGF-beta. Esses achados além de contribuir para a compreensão das interações entre o sistema imune e as neoplasias, devem ser considerados no delineamento de protocolos imunoterapêuticos baseados em DCs
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 29.04.2011
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    ICB12100026584T-ICB BMI QW504 R175ip 2011
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      RAMOS, Rodrigo Nalio; BARBUTO, José Alexandre Marzagão. Investigação de um possível viés imunossupressor em células dendríticas derivadas de indivíduos portadores de câncer. 2011.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2011. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/42/42133/tde-12082011-135929/pt-br.php >.
    • APA

      Ramos, R. N., & Barbuto, J. A. M. (2011). Investigação de um possível viés imunossupressor em células dendríticas derivadas de indivíduos portadores de câncer. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/42/42133/tde-12082011-135929/pt-br.php
    • NLM

      Ramos RN, Barbuto JAM. Investigação de um possível viés imunossupressor em células dendríticas derivadas de indivíduos portadores de câncer [Internet]. 2011 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/42/42133/tde-12082011-135929/pt-br.php
    • Vancouver

      Ramos RN, Barbuto JAM. Investigação de um possível viés imunossupressor em células dendríticas derivadas de indivíduos portadores de câncer [Internet]. 2011 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/42/42133/tde-12082011-135929/pt-br.php