Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Avaliação longitudinal da inclinação axial mesiodistal dos molares superiores decorrente do uso do aparelho Pendulum associado ao aparelho fixo por meio de radiografias panorâmicas (2011)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: ROCHA, CAROLINE ANDRADE - FOB
  • USP Schools: FOB
  • Sigla do Departamento: BAO
  • Subjects: RADIOGRAFIA PANORÂMICA; APARELHO ORTODÔNTICO FIXO; ORTODONTIA CORRETIVA
  • Language: Português
  • Abstract: O objetivo deste estudo foi avaliar, por meio das radiografias panorâmicas, o comportamento longitudinal da inclinação axial mesiodistal dos molares superiores decorridos cinco anos após o tratamento realizado com o aparelho Pendulum seguido de aparelhagem ortodôntica fixa e comparar os resultados com os valores médios normais. A amostra consistiu de 20 pacientes (14 do gênero feminino e 6, do masculino) com má oclusão de Classe II tratada por meio da distalização dos molares superiores. A média da idade, ao início do tratamento (T1), foi de 14,27 ± 1,62 anos, ao final do tratamento (T2), 18,59 ± 1,82 anos, e, cinco anos pós-tratamento (T3), 23,77 ± 2,04 anos. A média do tempo de tratamento foi de 4,36 ± 0,79 anos e de avaliação pós-tratamento foi de 5,18 ± 1,14 anos. Como grupo controle, utilizou-se os valores angulares médios normais de molares superiores obtidos por Ursi (1989), sendo que essa obtenção partiu de radiografias panorâmicas de indivíduos com oclusão normal apresentando idades entre 12 e 17 anos. Para a análise estatística, utilizaram-se os traçados das radiografias panorâmicas nas 3 fases (T1, T2 e T3). Os dados obtidos foram analisados estatisticamente pelo teste ANOVA dependente seguido do teste de Tukey. As médias das inclinações axiais mesiodistais nas fases T1, T2 e T3 foram comparadas com os valores médios normais pelo teste t independente. Os resultados apontaram que os primeiros molares superiores, ao término do tratamento ortodôntico, estavam mais inclinados para a distal, porém, cinco anos após, tenderam a verticalizarem-se naturalmente, voltando a ocupar uma posição próxima ao inicial. Quando comparados com os valores normais, somente o primeiro molar superior esquerdo apresentou, no período T2, valor estatisticamente significante diferente do normalOs valores correspondentes para os segundos molares superiores não apresentaram estatisticamente significantes quando comparados entre si, nem quando comparados com os valores normais. O tratamento com o Pendulum seguido de aparelhagem ortodôntica fixa promove uma inclinação das coroas dos molares para a distal, tendendo esses dentes, entretanto, no longo tempo pós-tratamento, a verticalizarem-se
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 23.02.2011
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FOB11600028783R582a
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      ROCHA, Caroline Andrade; ALMEIDA, Renato Rodrigues de. Avaliação longitudinal da inclinação axial mesiodistal dos molares superiores decorrente do uso do aparelho Pendulum associado ao aparelho fixo por meio de radiografias panorâmicas. 2011.Universidade de São Paulo, Bauru, 2011. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/25/25144/tde-25072011-155026/pt-br.php >.
    • APA

      Rocha, C. A., & Almeida, R. R. de. (2011). Avaliação longitudinal da inclinação axial mesiodistal dos molares superiores decorrente do uso do aparelho Pendulum associado ao aparelho fixo por meio de radiografias panorâmicas. Universidade de São Paulo, Bauru. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/25/25144/tde-25072011-155026/pt-br.php
    • NLM

      Rocha CA, Almeida RR de. Avaliação longitudinal da inclinação axial mesiodistal dos molares superiores decorrente do uso do aparelho Pendulum associado ao aparelho fixo por meio de radiografias panorâmicas [Internet]. 2011 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/25/25144/tde-25072011-155026/pt-br.php
    • Vancouver

      Rocha CA, Almeida RR de. Avaliação longitudinal da inclinação axial mesiodistal dos molares superiores decorrente do uso do aparelho Pendulum associado ao aparelho fixo por meio de radiografias panorâmicas [Internet]. 2011 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/25/25144/tde-25072011-155026/pt-br.php