Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Desenvolvimento ex vivo de um implante intramedular para fixação de osteotomias rotadoras do fêmur, em pacientes com sequela de paralisia cerebral (2011)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: PAGNANO, RODRIGO GONÇALVES - FMRP
  • USP Schools: FMRP
  • Sigla do Departamento: RAL
  • Subjects: FÊMUR; OSTEOTOMIA; DISPOSITIVOS DE FIXAÇÃO ORTOPÉDICA; BIOMECÂNICA; PARALISIA CEREBRAL
  • Language: Português
  • Abstract: A osteotomia de rotação do fêmur, para correção da anteversão femoral aumentada, é procedimento realizado frequentemente em pacientes com sequela de paralisia cerebral (PC) e, eventualmente, também pode ser realizada em pacientes sem outras alterações associadas. Em ambos os casos, a placa de ângulo fixo é atualmente o método mais comumente usado para estabilização. Este implante provê fixação interna rígida de maneira satisfatória, porém requer abordagem cirúrgica de todo o segmento ósseo no qual ficará apoiado. Como nos pacientes com sequela de PC é comum que esta cirurgia seja realizada em conjunto com outros procedimentos em um mesmo ato operatório, o uso de um implante que promova fixação estável e que utilize técnica minimamente invasiva pode resultar em menor morbidade cirúrgica. O objetivo deste estudo foi desenvolver um implante composto de haste intramedular com bloqueio cervicodiafisário que possa ser usado na fixação de osteotomias de rotação do fêmur infantil por meio de técnica percutânea. O trabalho foi realizado em quatro etapas. Na primeira, foi desenvolvido um protótipo com desenho e dimensões adequados para aplicação em crianças na faixa etária de 10 anos. Na segunda etapa foram obtidos modelos de osso sintético a partir de pacientes com alterações típicas da paralisia cerebral, por meio da técnica de prototipagem, com a finalidade de se realizar ajustes finos no implante. Na terceira etapa o protótipo foi implantado em modelos de osso sintético com morfologia normal e com alterações morfológicas típicas da paralisia cerebral, com simulações de osteotomias de rotação. O conjunto modelo ósseo e implante foi, então, submetido a testes mecânicos de flexocompressão e torção que foram comparados com os do implante de referência para este tipo de osteotomia, a placa AO de ângulo fixo. Foi observado que houve adaptação adequadada haste tanto nos modelos de fêmur normal, quanto nos modelos com alterações morfológicas, e nas simulações de osteotomia. Na comparação com a placa, a estabilidade obtida foi menor, porém isto pode ser atribuído ao princípio de fixação flexível próprio dos dispositivos intramedulares
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 15.04.2011

  • Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FMRP11200057294Pagnano, Rodrigo Gonçalves
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      PAGNANO, Rodrigo Gonçalves; VOLPON, José Batista. Desenvolvimento ex vivo de um implante intramedular para fixação de osteotomias rotadoras do fêmur, em pacientes com sequela de paralisia cerebral. 2011.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2011.
    • APA

      Pagnano, R. G., & Volpon, J. B. (2011). Desenvolvimento ex vivo de um implante intramedular para fixação de osteotomias rotadoras do fêmur, em pacientes com sequela de paralisia cerebral. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Pagnano RG, Volpon JB. Desenvolvimento ex vivo de um implante intramedular para fixação de osteotomias rotadoras do fêmur, em pacientes com sequela de paralisia cerebral. 2011 ;
    • Vancouver

      Pagnano RG, Volpon JB. Desenvolvimento ex vivo de um implante intramedular para fixação de osteotomias rotadoras do fêmur, em pacientes com sequela de paralisia cerebral. 2011 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: