Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Análise da estrutura tridimensional da L-aminoácido oxidase de Bothrops atrox e suas interações biológicas in vitro e in vivo (2011)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: PAIVA, RAQUEL DE MELO ALVES - FCFRP
  • USP Schools: FCFRP
  • Sigla do Departamento: S/D
  • Subjects: VENENOS DE ORIGEM ANIMAL; CRISTALOGRAFIA; EXPRESSÃO GÊNICA; TOXICOLOGIA
  • Keywords: atividade citotóxica; B. atrox; estrutura tridimensional; LAAO; B. atrox; crystallography; cytotoxicity activity; gene expression; LAAO; tridimensional structure
  • Language: Português
  • Abstract: O presente trabalho apresenta a determinação da estrutura tridimensional da L-aminoácido oxidase do veneno de Bothrops atrox (BatroxLAAO) e sua avaliação como potencial agente biotecnológico. Quanto à caracterização estrutural, a enzima BatroxLAAO (6 mg/mL) foi submetida à vários screenings e, por meio destas variações, obtivemos um resultado ideal para o crescimento dos monocristais sob a condição de 0,05 M de sulfato heptahidratado de zinco, 15% (v/v) de Polietilenoglicol monometil éter 550, controle de pH 5 com 0,1M de cacodilato de sódio. A utilização de parafina e silicone resultou na melhora dos cristais, revelando cristais únicos e de coloração amarela, o que permitiu o melhor crescimento e difração desses cristais, a 2,3 A. Estes dados permitiram a determinação de estrutura terciária de BatroxLAAO e, portanto, melhor entendimento dos mecanismos de atuação da mesma. A proteína foi obtida, através de passas cromatográficos, com rendimento médio de 1,54% do veneno bruto. Esta apresentou acentuada inibição da proliferação celular de células tumorais HL-60, JURKAT, PC12 e B16F10, principalmente nas maiores concentrações (50 e 100 ‘mü’g/mL). Ainda, o tratamento de células PBMC com BatroxLAAO, demonstrou baixa citotoxicidade em relação ao tratamento das células tumorais. A viabilidade celular da Leishmania sp. foi analisada apos o tratamento com BatroxLAAO. A adição de BatroxLAAO diretamente às formas promastigotas de diferentes espécies de Leishmania resultou em morte dos parasitas de forma dose-dependente. As espécies L. major e L. donovani foram as mais susceptíveis ao efeito tóxico de BatroxLAAO. O efeito tóxico apresentado pela BatroxLAAO foi quase completamente abolido pela adição de catalase, sugerindo que a liberação de ‘H IND. 2’‘O IND. 2’ está diretamente envolvida com o efeito da enzima. A atividade bactericida foi avaliada pela inibição do crescimento dascepas de E. coli e S. aureus após tratamento com a BatroxLAAO. A proteína (37,5 ‘mü’g/mL) apresentou alta atividade fungicida contra Candida albicans, com 100% da inibição do crescimento das cepas. Foi avaliada a atividade tripanomicida, onde BatroxLAAO mostrou-se potencialmente ativa sobre T. cruzi. Foram realizados experimentas para a produção de anticorpo monoclonal (anti-BatroxLAAO). O anticorpo produzido apresentou reatividade até diluicão 1:60000. No entanto, após a realização do teste de ELISA com o anticorpo produzido e outras L-aminoácidos oxidases de diferentes venenos de serpentes, averiguamos que o anti-BatroxLAAO não tem especificidade única, ocorrendo reatividade para todos os venenos e proteínas testadas. Foram realizados ensaios in vivo para a detecção da expressão dos genes FAS, BAX e BCL2. Os dados obtidos sugerem que BatroxLAAO apresenta potencial biotecnológico bastante evidente nas ações leishmanicida e fungicida, bem como na atividade antitumoral, in vitro, mostrandose um composto com potencial agente terapêutico
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 01.04.2011
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FCFRP10600010175Paiva, Raquel de Melo Alves
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      PAIVA, Raquel de Melo Alves; VILELA, Suely. Análise da estrutura tridimensional da L-aminoácido oxidase de Bothrops atrox e suas interações biológicas in vitro e in vivo. 2011.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2011. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/60/60134/tde-28032012-103533/ >.
    • APA

      Paiva, R. de M. A., & Vilela, S. (2011). Análise da estrutura tridimensional da L-aminoácido oxidase de Bothrops atrox e suas interações biológicas in vitro e in vivo. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/60/60134/tde-28032012-103533/
    • NLM

      Paiva R de MA, Vilela S. Análise da estrutura tridimensional da L-aminoácido oxidase de Bothrops atrox e suas interações biológicas in vitro e in vivo [Internet]. 2011 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/60/60134/tde-28032012-103533/
    • Vancouver

      Paiva R de MA, Vilela S. Análise da estrutura tridimensional da L-aminoácido oxidase de Bothrops atrox e suas interações biológicas in vitro e in vivo [Internet]. 2011 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/60/60134/tde-28032012-103533/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: