Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Rede de aprendizado supervisionado como método de auxilio na detecção do ceratocone (2011)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: SOUZA, MURILO BARRETO - FM
  • USP Schools: FM
  • Sigla do Departamento: MOF
  • Subjects: REDES NEURAIS; INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL; TÉCNICAS DE DIAGNÓSTICO OFTALMOLÓGICO; DIAGNÓSTICO; DIAGNÓSTICO POR COMPUTADOR; DOENÇAS DA CÓRNEA
  • Language: Português
  • Abstract: INTRODUÇÃO: O ceratocone é uma doença não inflamatória, sem etiologia definida, caracterizada pelo afilamento estromal e protrusão da córnea. Geralmente esta doença torna-se clinicamente evidente na adolescência. Apesar de possuir sinais clínicos bem conhecidos, a detecção do ceratocone em estádios iniciais pode representar uma tarefa de difícil execução, mesmo quando a videoceratografia computadorizada ou outros métodos são utilizados para avaliar a córnea. Anteriormente, diagnosticar o ceratocone apenas após a identificação de sinais clínicos inequívocos era uma conduta aceitável. Com o advento da cirurgia refrativa porém, a identificação precoce do ceratocone tornou-se um procedimento de vital importância para evitar complicações pós-operatórias. O objetivo principal deste estudo é avaliar o uso de máquinas de vetor de suporte e redes neurais artificiais como métodos auxiliares para identificação de ceratocone e suspeita de ceratocone em exames realizados com o Orbscan II. MÉTODOS: Foram avaliados retrospectivamente dados de 344 pacientes. Os exames selecionados foram classificados em 6 categorias: normal (n=172), astigmatismo (n=89), ceratocone (n=46), ceratocone forma frustra (n=10), suspeita de ceratocone (n=16) e cirurgia refrativa (n=11). Para cada paciente 10 atributos foram obtidos ou calculados a partir de dados fornecidos pelo Orbscan II. O método do holdout e da validação cruzada foram utilizados para encontrar a melhor configuração, treinar e testar os classificadores. Além da acurácia, sensibilidade e especificidade, curvas ROC foram obtidas para cada classificador, e as áreas sob as curvas ROC foram calculadas. RESULTADOS: Os dois classificadores selecionados alcançaram um bom desempenho, com áreas sob as curvas ROC de 0,99. Não hove diferença estatística entre as suas performances. O desempenho dos classificadores foi superior ao desempenho de todos os atributos individuais do Orbscan II.(p<0,05). CONCLUSÃO: Os resultados alcançados sugerem que xi x máquinas de vetor de suporte e redes neurais artificiais podem representar técnicas úteis para a detecção de ceratocone em exames realizados com o Orbscan II
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 10.06.2011
  • Acesso online ao documento

    Acesso à fonte or search this record in

    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SOUZA, Murilo Barreto; ALVES, Milton Ruiz. Rede de aprendizado supervisionado como método de auxilio na detecção do ceratocone. 2011.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2011. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5149/tde-27072011-172605/ >.
    • APA

      Souza, M. B., & Alves, M. R. (2011). Rede de aprendizado supervisionado como método de auxilio na detecção do ceratocone. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5149/tde-27072011-172605/
    • NLM

      Souza MB, Alves MR. Rede de aprendizado supervisionado como método de auxilio na detecção do ceratocone [Internet]. 2011 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5149/tde-27072011-172605/
    • Vancouver

      Souza MB, Alves MR. Rede de aprendizado supervisionado como método de auxilio na detecção do ceratocone [Internet]. 2011 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5149/tde-27072011-172605/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2019