Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

A operacionalização do conceito de classe social na epidemiologia: uma revisão sistemática (2011)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: YONEKURA, TATIANA - EE
  • USP Schools: EE
  • Sigla do Departamento: ENS
  • Subjects: CLASSES SOCIAIS; EPIDEMIOLOGIA; PROCESSO SAÚDE-DOENÇA; SAÚDE PÚBLICA (REVISÕES); DESIGUALDADES SOCIAIS
  • Language: Português
  • Abstract: Os objetivos deste estudo foram: descrever e analisar as produções científicas internacionais e nacionais que tratam da operacionalização do conceito de classe social na epidemiologia e da relação entre classe social e processo saúde-doença. Partiu-se dos fundamentos da Saúde Coletiva, como referencial teórico, que toma como sujeito a categoria classe social, entendendo que a utilização deste conceito na epidemiologia é importante e relevante para o estudo das desigualdades sociais. O estudo é uma revisão sistemática teórica e quantitativa, sendo que os procedimentos metodológicos seguem as recomendações do Joanna Briggs Institute (JBI). A revisão teórica foi utilizada para encontrar os modelos de classe social e a revisão quantitativa para evidenciar a relação classe social e processo saúde-doença. Foram selecionadas 16 bases de dados na área de ciências sociais, saúde e multidisciplinar para a busca bibliográfica, além de descritores e palavras para a seleção dos estudos. Era necessária a descrição de um modelo operacional de classe social para a inclusão do estudo teórico. Já na parte quantitativa, o critério era realização de estudo epidemiológica do tipo coorte ou caso-controle com a utilização de um modelo de classe. Após a elaboração de estratégias de busca, 22314 estudos foram encontrados e 5994 estudos foram pré-selecionados e armazenados em um gerenciador de bibliografia. Após a exclusão de 2377 estudos duplicados e 49 não disponíveis online, 1890 estudos foram lidos naíntegra. Em relação à parte teórica, 27 trabalhos foram incluídos, sendo que oito latinoamericanos, quatro americanos e 15 europeus. Mais da metade dos estudos foram publicados nas décadas de 70 e 80. É possível identificar dois critérios que diferenciaram as classes e subsidiaram a elaboração dos modelos latinoamericanos: a inclusão de variáveis relacionadas ao poder de consumo e outras relacionadas à inserção no processo de produção. Já os modelos teóricos americanos e europeus utilizaram predominantemente variáveis relacionadas à inserção no processo de produção. Em relação aos resultados quantitativos, 123 estudos foram incluídos, sendo 108 estudos de coorte (87,8%) e 15 do tipo caso-controle (12,2%). A maioria dos estudos epidemiológicos mostrou associações positivas entre classe social e saúde, além de problemas de saúde mais prevalentes entre as classes classificadas como aquelas com menor acesso à riqueza social. Considerando as dificuldades na identificação das desigualdades sociais na contemporaneidade, os modelos de classe social devem contemplar as características socioeconômicas nacionais e regionais de cada país, além das mudanças no mundo do trabalho e suas especificidades. Os estudos epidemiológicos devem considerar a utilização da categoria classe social para identificação das desigualdades sociais e assim dar respostas adequadas às necessidades de saúde, compreendidas, a partir das considerações teóricas da Saúde Coletiva, como necessidades sociais maisamplas
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 17.06.2011
  • Acesso online ao documento

    Acesso à fonte or search this record in

    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      YONEKURA, Tatiana; SOARES, Cassia Baldini. A operacionalização do conceito de classe social na epidemiologia: uma revisão sistemática. 2011.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2011. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/7/7141/tde-17082011-102618/ >.
    • APA

      Yonekura, T., & Soares, C. B. (2011). A operacionalização do conceito de classe social na epidemiologia: uma revisão sistemática. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/7/7141/tde-17082011-102618/
    • NLM

      Yonekura T, Soares CB. A operacionalização do conceito de classe social na epidemiologia: uma revisão sistemática [Internet]. 2011 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/7/7141/tde-17082011-102618/
    • Vancouver

      Yonekura T, Soares CB. A operacionalização do conceito de classe social na epidemiologia: uma revisão sistemática [Internet]. 2011 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/7/7141/tde-17082011-102618/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2019