Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Dificuldades de alunos ingressantes na universidade pública: alguns indicadores para reflexões sobre a docência universitária (2011)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: BELLETATI, VALÉRIA CORDEIRO FERNANDES - FE
  • USP Schools: FE
  • Sigla do Departamento: EDM
  • Subjects: UNIVERSIDADE; ESCOLA PÚBLICA; ENSINO SUPERIOR; PEDAGOGIA; INCLUSÃO SOCIAL; FORMAÇÃO CONTINUADA DO PROFESSOR
  • Language: Português
  • Abstract: A elitização da universidade pública brasileira é a preocupação central desta investigação. Com os programas de inclusão social, tem-se possibilitado maior representatividade de alunos em condições socioeconômicas desfavoráveis nestas instituições. Na Universidade de São Paulo USP, locus escolhido para esta pesquisa, o Programa de Inclusão Social INCLUSP, desde 2007, tem favorecido a entrada de alunos que cursaram todo o ensino médio em escolas públicas, majoritariamente constituída por alunos em condições menos favorecidas da sociedade brasileira. Teve-se como objetivo trazer elementos que possibilitassem pensar a docência universitária no sentido de favorecer trajetórias acadêmicas de sucesso destes alunos, entendidas como possibilidade de formação profissional, científica e política, função que atribuímos à universidade pública, que se entende concretizar-se na promoção do ensino profissional indissociado da pesquisa e da extensão. Para tanto, realizou-se a coleta de dados por meio de dois questionários abertos, respondidos por escrito pelos sujeitos, em momentos diversos. Com o primeiro questionário buscou-se identificar dificuldades de alunos ingressantes que cursaram todo o ensino médio comum em escolas públicas. Na segunda etapa, intentou-se perceber a permanência ou não das dificuldades apontadas no ano seguinte ao ingresso e a forma como os sujeitos lidavam com estas dificuldades. A coleta de dados ocorreu em três cursos da USP que apresentaram maiores índices deevasão de alunos que cursaram o ensino médio comum público, entendida como uma forma de exclusão. Foram identificadas como principais dificuldades acadêmicas, que se constituem em entraves a uma trajetória de sucesso: a exiguidade do tempo e sua má gestão; a opção por uma abordagem superficial de aprendizagem; a quantidade e complexidade dos conteúdos; o desânimo frente a situações de insucesso; dificuldades de convivência acadêmica. A partir do estudo foi possível apontar como demandas à docência a necessidade de reflexões sobre a função social da universidade e sobre a baixa representatividade de alunos em condições socioeconômicas desfavoráveis, especialmente, nos cursos mais prestigiados; identificar e refletir sobre as dificuldades dos ingressantes, tendo-se em conta a diversidade entre os cursos e entre os sujeitos-alunos; considerar aspectos relativos à gestão do tempo como conteúdos de ensino, versando sobre o como e o que estudar e aprender considerando que estes se encontram em processo de afiliação e de construção de novas formas de se relacionar com o saber; de repensar sobre as funções das atividades avaliativas, a organização do currículo e de atividades de aprendizagem e, a importância do professor criar possibilidades ou atividades que favoreçam a convivência acadêmica, contribuindo para integração e afiliação do ingressante. Tais demandas indicariam a necessidade de uma formação contínua de professores universitários, especialmente pela exigência de poucaou nenhuma formação pedagógica para a docência neste nível de ensino, no sentido da formação de docentes reflexivos no âmbito do conceito de desenvolvimento profissional docente, favorecendo a constituição de bases pedagógicas para que o professor tenha referências mais amplas para sustentar o trabalho de ensinar
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 21.06.2011
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FE20500086371378(81) B442d
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      BELLETATI, Valéria Cordeiro Fernandes; ALMEIDA, Maria Isabel de. Dificuldades de alunos ingressantes na universidade pública: alguns indicadores para reflexões sobre a docência universitária. 2011.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2011. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/48/48134/tde-04082011-115006/ >.
    • APA

      Belletati, V. C. F., & Almeida, M. I. de. (2011). Dificuldades de alunos ingressantes na universidade pública: alguns indicadores para reflexões sobre a docência universitária. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/48/48134/tde-04082011-115006/
    • NLM

      Belletati VCF, Almeida MI de. Dificuldades de alunos ingressantes na universidade pública: alguns indicadores para reflexões sobre a docência universitária [Internet]. 2011 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/48/48134/tde-04082011-115006/
    • Vancouver

      Belletati VCF, Almeida MI de. Dificuldades de alunos ingressantes na universidade pública: alguns indicadores para reflexões sobre a docência universitária [Internet]. 2011 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/48/48134/tde-04082011-115006/