Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Sistemas de informações gerenciais em indústrias multinacionais: um estudo de caso da implementação global do ERP e BI (2011)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: OLIVEIRA, ADRIANA SILVA DE - FEA
  • USP Schools: FEA
  • Sigla do Departamento: EAC
  • Subjects: SISTEMAS DE INFORMAÇÃO GERENCIAL; EMPRESAS MULTINACIONAIS; SISTEMAS DE APOIO À DECISÃO
  • Language: Português
  • Abstract: Esta pesquisa descreve e analisa a padronização de informações gerenciais em sistemas de informações de uma empresa multinacional. A estratégia de pesquisa adotada foi um estudo de caso único que contou com a triangulação de diversas fontes de evidência: arquivos, documentos, entrevistas e observação direta e participante. O referencial teórico aborda estudos antecedentes ao tema, conceitos sobre empresas internacionalizadas, informações gerenciais, Sistemas Integrados de Gestão (ERP) e Business Intelligence (BI). A migração para um sistema global está contextualizada num cenário de globalização em que está presente a intensificação das transações entre países em termos de investimentos, mercadorias e serviços, entre outras características. Neste cenário, observa-se maior demanda por informações padronizadas e comparáveis tanto para usuários externos quanto internos às organizações. Os avanços na tecnologia de informação, por exemplo, em bancos de dados e comunicação em redes viabilizou as iniciativas das empresas para implementação de sistemas compartilhados por diversos países. Assim como outras empresas na década de 90, as subsidiárias da empresa em estudo adotaram soluções locais de ERP. Já no ano 2000, durante o planejamento de longo prazo, decidiu-se que seria melhor partir para uma solução global de ERP e de BI em vez de prosseguir com melhorias em cada um dos sistemas locais. Em 2001, iniciou-se o projeto global com a primeira implementação e em 2011 o sistema éutilizado em aproximadamente 25 países. O suporte da alta gestão e participação dos usuários mostraram-se relevantes no que se refere a \"implementar com\" em vez de \"implementar para\" os usuários. Com relação à utilização das informações, os relatórios mais acessados no BI são relacionados a vendas e margens, controladoria, contabilidade e ordens de produção. No entanto, os relatórios de vendas e margens não foram os mais padronizados, pois embora as fontes dos dados sejam globais, os relatórios e consultas às informações são predominantemente locais devido à ausência de uma estrutura organizacional de vendas em nível mundial e ao fato de que a maioria dos usuários somente tem permissão de acesso aos dados de suas respectivas regiões. Já os relatórios de controladoria, contabilidade e compras apresentaram maior aderência aos relatórios globais, uma vez que estas áreas possuem responsáveis em nível global que fomentaram o uso e desenvolvimento de informações mundialmente padronizadas. No caso da empresa deste estudo, observa-se que, enquanto o ERP foi mais direcionado à consistência dos processos e com poucos relatórios pré-formatados, o BI foi direcionado aos relatórios e consultas de informações com a flexibilidade da análise multidimensional. Os benefícios identificados do sistema de BI global foram: consolidação de informações das subsidiárias; comparabilidade das informações entre subsidiárias; flexibilidade do BI para conversão de moedas; rastreabilidade e maiorcontrole sobre a qualidade dos dados. Já as principais limitações do BI global foram: adaptação ao fuso horário dos países; equilibrar a necessidade de rapidez nas consultas com o nível de detalhe e o volume de dados armazenado; pouca flexibilidade para modificações das estruturas de dados já criadas; dificuldade de manter um catálogo de relatórios globais para todos os usuários e concentração da utilização dos relatórios para análises de informações passadas em vez de análises preditivas. A partir das evidências empíricas desta pesquisa, conclui-se que não há o cenário em que o ideal seria tudo sob um padrão mundial ou deixar tudo local, pois as necessidades em nível global e local são ajustadas de forma dinâmica, conforme as características da organização e perspectivas de negócio
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 09.06.2011
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FEA20600054202T658.4038011 O48s
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      OLIVEIRA, Adriana Silva de; RICCIO, Edson Luiz. Sistemas de informações gerenciais em indústrias multinacionais: um estudo de caso da implementação global do ERP e BI. 2011.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2011. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/12/12136/tde-10082011-191850/ >.
    • APA

      Oliveira, A. S. de, & Riccio, E. L. (2011). Sistemas de informações gerenciais em indústrias multinacionais: um estudo de caso da implementação global do ERP e BI. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/12/12136/tde-10082011-191850/
    • NLM

      Oliveira AS de, Riccio EL. Sistemas de informações gerenciais em indústrias multinacionais: um estudo de caso da implementação global do ERP e BI [Internet]. 2011 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/12/12136/tde-10082011-191850/
    • Vancouver

      Oliveira AS de, Riccio EL. Sistemas de informações gerenciais em indústrias multinacionais: um estudo de caso da implementação global do ERP e BI [Internet]. 2011 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/12/12136/tde-10082011-191850/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: