Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Auto-fala em simulação de esportes: comparação dos efeitos de reforçamento diferencial e instrução no desempenho de iniciantes (2011)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: CILLO, EDUARDO NEVES PEDROSA DE - IP
  • USP Schools: IP
  • Subjects: PSICOLOGIA DO ESPORTE; ANÁLISE DO COMPORTAMENTO; COMUNICAÇÃO VERBAL; APRENDIZAGEM MOTORA
  • Language: Português
  • Abstract: A iniciação esportiva tem sido foco de diversos estudos nas áreas das Ciências do Esporte e da Psicologia do Esporte. A aquisição de habilidades, como uma área específica, também tem concentrado esforços de diversos pesquisadores. A Análise do Comportamento aplicada a estes campos tem muito por oferecer. Estudos sobre comportamento verbal, especificamente, podem contribuir substancialmente para a solução de problemas na relação entre professores/ treinadores e iniciantes. Um procedimento, frequentemente utilizado e descrito na literatura específica é a auto-fala, que consiste em verbalizações emitidas para um falante, tendo ele mesmo como ouvinte. Ambientes esportivos costumam ser complexos, no que se refere à disponibilidade de estímulos, proporcionando dificuldades relacionadas à concentração. A auto-fala, como descrita e explicada na literatura, acaba tendo a função de auxiliar o atleta a selecionar estímulos relevantes para as tarefas esportivas, facilitando o estabelecimento de discriminações. O presente estudo investigou o efeito isolado de procedimentos de auto-fala sobre a aquisição de habilidades em modalidades esportivas simuladas, com sete adolescentes sem experiência prévia em treinamento com as modalidades e/ou com o equipamento. Foi utilizado o console de videogame Wii, no treinamento das habilidades de rebatida no beisebol, e lançamento da bola no boliche. Os dados obtidos sugeriram que os participantes, que utilizaram os procedimentos verbais, apresentaramdesempenhos superiores, em comparação aos que não o fizeram. Também foi realizada uma comparação entre dois tipos de procedimentos de auto-fala: reforçada diferencialmente e instruída. Foram encontradas diferenças de desempenho, porém não tão significativas quanto às diferenças entre os participantes que se valeram dos procedimentos verbais e os que não o fizeram
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 06.04.2011
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    IP12300028219T GV706.4 C572a e.1
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      CILLO, Eduardo Neves Pedrosa de; HÜBNER, Maria Martha Costa. Auto-fala em simulação de esportes: comparação dos efeitos de reforçamento diferencial e instrução no desempenho de iniciantes. 2011.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2011. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/47/47132/tde-20072011-112029/ >.
    • APA

      Cillo, E. N. P. de, & Hübner, M. M. C. (2011). Auto-fala em simulação de esportes: comparação dos efeitos de reforçamento diferencial e instrução no desempenho de iniciantes. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/47/47132/tde-20072011-112029/
    • NLM

      Cillo ENP de, Hübner MMC. Auto-fala em simulação de esportes: comparação dos efeitos de reforçamento diferencial e instrução no desempenho de iniciantes [Internet]. 2011 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/47/47132/tde-20072011-112029/
    • Vancouver

      Cillo ENP de, Hübner MMC. Auto-fala em simulação de esportes: comparação dos efeitos de reforçamento diferencial e instrução no desempenho de iniciantes [Internet]. 2011 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/47/47132/tde-20072011-112029/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: