Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

O trabalho do psicanalista: das dificuldades da prática aos riscos do narcisismo profissional (2011)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: SANTOS, LEANDRO ALVES RODRIGUES DOS - IP
  • USP Schools: IP
  • Sigla do Departamento: PSC
  • Subjects: PSICANÁLISE; TRABALHO; NARCISISMO
  • Language: Português
  • Abstract: Este estudo aborda o trabalho do psicanalista, tomando como vértice de investigação as dificuldades que esses profissionais atravessam na sua prática clínica cotidiana. Nesse contexto, mudanças no perfil dos pacientes, crises de demanda frente ao incremento da concorrência com psicofármacos e psicoterapias diversas, significativas exigências da formação, estabelecimento de laços com outros analistas e vicissitudes na relação com a família podem ser considerados índices do mal-estar do psicanalista frente ao ato de psicanalisar nos dias atuais. Tendo por objetivo, então, aprofundar o olhar sobre as dificuldades da profissão impossível sublinhada por Freud, toma como guia para seu percurso metodológico um conceito central intitulado narcisismo profissional, forjado a partir da concepção de narcisismo proposta por Freud e desenvolvida por Lacan. Investiga por meio de recortes específicos três autores, Freud, Ferenczi e Lacan. Em Freud, prioriza as dificuldades ligadas ao manejo da transferência e às exigências do próprio analista frente ao seu fazer. Quanto a Ferenczi, evidencia os percalços desse psicanalista nas questões do tempo e do dinheiro, especialmente no que relata por meio da correspondência trocada com Freud. No que diz respeito a Lacan, prioriza o depoimento e os testemunhos de quem com ele conviveu, apontando as múltiplas formas de identificação geradas e o advento do lacanismo, que faz surgir um novo tipo de psicanalista, que toma como missão defender a verdadeirapsicanálise no mundo, a partir do retorno a Freud empreendido por Lacan. O estudo problematiza as formas de enfrentamento das dificuldades apontadas: o tratamento possível pela análise pessoal dos psicanalistas, a construção de novos laços entre os participantes do campo, o envolvimento com a leitura e o estudo diligente de autores de dentro e de fora da Psicanálise, e com a escrita, tomada como uma forma de elaboração do psicanalista em relação aos impasses da clínica. Conclui-se que cada psicanalista necessita ressignificar sua atividade, o que inclui o constante exercício de des-idealização de diversos aspectos inerentes à profissão, e o cuidado com sua oferta na Cultura, com a difusão da Psicanálise, além de uma nova tomada de posição frente à formação geral e específica
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 30.06.2011
  • Acesso online ao documento

    Acesso à fonte or search this record in

    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SANTOS, Leandro Alves Rodrigues dos; DUNKER, Christian Ingo Lenz. O trabalho do psicanalista: das dificuldades da prática aos riscos do narcisismo profissional. 2011.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2011. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/47/47133/tde-31082011-152735/ >.
    • APA

      Santos, L. A. R. dos, & Dunker, C. I. L. (2011). O trabalho do psicanalista: das dificuldades da prática aos riscos do narcisismo profissional. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/47/47133/tde-31082011-152735/
    • NLM

      Santos LAR dos, Dunker CIL. O trabalho do psicanalista: das dificuldades da prática aos riscos do narcisismo profissional [Internet]. 2011 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/47/47133/tde-31082011-152735/
    • Vancouver

      Santos LAR dos, Dunker CIL. O trabalho do psicanalista: das dificuldades da prática aos riscos do narcisismo profissional [Internet]. 2011 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/47/47133/tde-31082011-152735/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2019