Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Correlação entre dados demográficos, nutricionais e bioquímicos e consumo de serviços hospitalares em pacientes submetidos à cirurgia da obesidade (2011)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: HAYASHI, SILVIA YOKO - FM
  • USP Schools: FM
  • Sigla do Departamento: MGT
  • Subjects: CIRURGIA BARIÁTRICA; SERVIÇOS HOSPITALARES; OBESIDADE
  • Keywords: Bariatric surgery; Hospital services; Obesity
  • Language: Português
  • Abstract: Em decorrência do sucesso da cirurgia bariátrica para o tratamento da obesidade grau III e de suas comorbidades associadas, esta cirurgia vem se tornado cada vez mais indicada. A redução do consumo de cuidados com a saúde tem sido relatada após o tratamento cirúrgico, entretanto a utilização de serviços hospitalares não tem sido bem documentada. O conhecimento do consumo destes serviços na cirurgia bariátrica é importante para dimensionar serviços de saúde e custos resultantes desta cirurgia. Objetivos: Analisar o consumo dos serviços hospitalares e de exames bioquímicos em pacientes submetidos à cirurgia bariátrica. Métodos: O estudo foi retrospectivo. A amostra foi constituída por indivíduos do sexo feminino por ser a predominante na população bariátrica. O consumo de serviços hospitalares foi analisado pela quantidade de atendimentos ambulatoriais, hospitalizações, atendimento em pronto-socorro e exames bioquímicos realizados durante quatro anos pós-operatórios e comparados com o período pré-operatório. Os exames bioquímicos analisados foram hemograma completo, colesterol total e frações, triglicérides, albumina, glicemia, insulina, hemoglobina A1c, uréia e creatinina. Estas variáveis foram comparadas com grupos de obesos em tratamento clínico e pacientes cirúrgicos submetidos à cirurgia curativa de câncer colo-retal. Resultados: A quantidade de consultas ambulatoriais não se modificou ao longo do tempo em todos os grupos. O grupo de obesos em tratamento clínico teve maior demanda para esta variável, seguido pelo grupo bariátrico e cirúrgico respectivamente. Hospitalizações aumentaram no grupo bariátrico, entretanto não houve diferenças significativas quando comparadas com os outros grupos. Atendimentos em pronto-socorro não se alteraram durante o estudo e também não houve diferenças para esta variável entre os grupos. O grupo de obesos em tratamento clínico teve maior demanda de examesbioquímicos durante o período, não havendo alteração ao longo do estudo. Já nos grupos bariátrico e cirúrgico esta variável foi reduzida após a cirurgia. O colesterol total e HDL pré-operatório de todos os grupos se apresentaram com valores alterados e houve melhora somente no grupo bariátrico. Triglicérides não estavam elevados no grupo bariátrico e com a cirurgia houve também redução. Valores de glicemia, insulina, hemoglobina A1c e leucócitos (inflamação sistêmica) reduziram-se somente no grupo bariátrico. A creatinina diminuiu nos grupos bariátrico e de obesos em tratamento clínico. Albumina e uréia permaneceram inalteradas em todos os grupos. O Índice de Massa Corporal (IMC) inicial manifestou diferenças entre os grupos, sendo maior no grupo bariátrico, seguido pelos obesos em tratamento clínico e por último o grupo cirúrgico. Somente o grupo bariátrico teve seus valores reduzidos. Conclusão: A cirurgia bariátrica foi capaz de melhorar a maioria das variáveis laboratoriais, juntamente com a perda de peso. Entretanto, há um grande impacto no consumo de visitas ambulatoriais mantendo-se em níveis elevados até o quarto ano após a cirurgia, exceto para a demanda de exames bioquímicos que se reduziu. O consumo de serviços hospitalares destes pacientes é comparável ao de outros pacientes submetidos a cirurgia abdominal de grande porte. A administração hospitalar bem como autoridades de saúde pública devem ficar atentos para as peculiaridades desta demanda face às dimensões do atual problema com a obesidade
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 27.06.2011
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FM10700102047W4.DB8 SP.USP FM-1 H329co 2010
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      HAYASHI, Silvia Yoko; FAINTUCH, Joel. Correlação entre dados demográficos, nutricionais e bioquímicos e consumo de serviços hospitalares em pacientes submetidos à cirurgia da obesidade. 2011.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2011. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5154/tde-07102011-151239/ >.
    • APA

      Hayashi, S. Y., & Faintuch, J. (2011). Correlação entre dados demográficos, nutricionais e bioquímicos e consumo de serviços hospitalares em pacientes submetidos à cirurgia da obesidade. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5154/tde-07102011-151239/
    • NLM

      Hayashi SY, Faintuch J. Correlação entre dados demográficos, nutricionais e bioquímicos e consumo de serviços hospitalares em pacientes submetidos à cirurgia da obesidade [Internet]. 2011 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5154/tde-07102011-151239/
    • Vancouver

      Hayashi SY, Faintuch J. Correlação entre dados demográficos, nutricionais e bioquímicos e consumo de serviços hospitalares em pacientes submetidos à cirurgia da obesidade [Internet]. 2011 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5154/tde-07102011-151239/