Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Investigações sobre a sinterização de sílica vítrea por plasma pulsado (2011)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: BARAZANI, BRUNO - EP
  • USP Schools: EP
  • Sigla do Departamento: PMR
  • Subjects: FÍSICA (PROCESSOS); VIDRO CERÂMICO; QUARTZO; NANOPARTÍCULAS
  • Language: Português
  • Abstract: A obtenção da sílica vítrea pelo processo de sinterização por plasma pulsado (SPS), a partir de matérias-primas de diferentes estruturas (cristalina e amorfa) e diferentes granulometrias, foi investigada. Ensaios de difração de raios X, transmitância óptica, microscopia óptica e eletrônica de varredura, e medições de densidade foram realizados nas amostras sinterizadas. Sílicas vítreas transparentes foram fabricadas a partir de pós de quartzo atingindo-se temperaturas finais entre 1450 e 1600°C, enquanto que nanopó e pó amorfo de sílica formaram consolidados transparentes com temperaturas máximas próximas de 1200°C. Taxas de aquecimento entre 40 e 150°C/min. foram utilizadas nas sinterizações, com tempos de processo menores que 40 minutos. As maiores taxas de aquecimento exigiram uma maior temperatura final para a fusão completa do material cristalino e causaram, de forma indireta, a presença de aglomerações de micro-bolhas nas amostras obtidas com o nanopó. Um gradiente radial de temperatura (decrescente do centro para as bordas) foi observado nos consolidados fabricados com os pós cristalinos, facilitando o processo de fechamento da porosidade aberta. A presença ou ausência de material não fundido e de bolhas nas amostras foram analisadas por difratogramas de raios X, microscopia óptica e medidas de densidade. A análise da transmitância indicou uma quantidade praticamente nula de grupos OH nos compactos sinterizados com os pós cristalinos e em torno de 20 ppm no caso dos sólidos fabricados com matéria-prima sol-gel. Amostras de nanopós de sílica dopada com titânia (~6% em massa) foram processadas com temperaturas finais de 1200 e 1400°C apresentando coloração azulada e negra, respectivamente, e aumento dos clusters de titânia para a temperatura mais elevada.A sinterização a uma temperatura em torno 1200°C mantida por apenas 4 minutos resultou na conversão completa da fase anatase para a fase rutilo da titânia.
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 30.06.2011
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    EPBC31200042716FD-5733 Ed.rev.
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      BARAZANI, Bruno; TORIKAI, Delson. Investigações sobre a sinterização de sílica vítrea por plasma pulsado. 2011.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2011. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/3/3152/tde-04112011-143427/pt-br.php >.
    • APA

      Barazani, B., & Torikai, D. (2011). Investigações sobre a sinterização de sílica vítrea por plasma pulsado. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/3/3152/tde-04112011-143427/pt-br.php
    • NLM

      Barazani B, Torikai D. Investigações sobre a sinterização de sílica vítrea por plasma pulsado [Internet]. 2011 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/3/3152/tde-04112011-143427/pt-br.php
    • Vancouver

      Barazani B, Torikai D. Investigações sobre a sinterização de sílica vítrea por plasma pulsado [Internet]. 2011 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/3/3152/tde-04112011-143427/pt-br.php

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: