Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Reabilitação vocal e qualidade de vida em laringectomizados totais (2011)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: DAVATZ, GIOVANNA CASTILHO - BIOENG
  • USP Schools: BIOENG
  • Subjects: VOZ; REABILITAÇÃO; LARINGECTOMIA; QUALIDADE DE VIDA
  • Language: Português
  • Abstract: Quando o paciente com câncer de laringe chega ao tratamento com tumor em estágio avançado, a cirurgia de laringectomia total, retirada cirúrgica da laringe, toma-se a opção de tratamento. Esta cirurgia traz ao indivíduo a possibilidade de sobrevivência, porém com a perda irreversível da voz laríngea. Existem diferentes métodos para reabilitar a voz do laringectomizado total; dentre eles a voz esofágica, a laringe eletrônica e a prótese traqueoesofágica. Podem estes métodos melhorar a qualidade de vida por permitirem ao paciente se comunicar, mesmo possuindo qualidade sonora resultante diferente da produzida pela laringe? O presente estudo se propôs comparar a qualidade de vida de indivíduos submetidos à cirurgia de laringectomia total nas situações de ausência ou presença da reabilitação vocal, bem como nos diferentes métodos utilizados para esta reabilitação, por meio dos questionários de qualidade de vida relacionados ao câncer de cabeça e pescoço (UWQOL e FACT-H&N) e à voz (IDV e QVV). Participaram deste estudo 24 laringectomizados totais, 12 não reabilitados de voz (grupo NR) e 12 reabilitados (grupo R). O grupo R foi subdividido, sendo 7 indivíduos reabilitados por voz esofágica (RVE) e 5 por laringe eletrônica (RLE). Como resultados deste estudo observou-se melhor qualidade de vida para os reabilitados de voz (R) com diferença estatística significativa (p<0,05) em comparação com os laringectomizados totais não reabilitados (NR); isto nos resultados gerais de todos os questionários aplicados. Os domínios específicos dos questionários de qualidade de vida relacionados ao câncer de cabeça e pescoço UWQOL (Fala, Humor, Ansiedade e Paladar) e FACT-H&N (Emocional e Físico) apontaram, também, melhor qualidade de vida para os pacientes com reabilitação vocal.As dificuldades específicas referentes a cada método de reabilitação foram vistas pelos pacientes como inerentes ao processo de cura do câncer. Como conclusão observou-se que a ausência da voz trouxe agravos emocionais e à inserção social dos laringectomizados totais que acabaram por afetar sua qualidade de vida global. A reabilitação vocal tanto por voz esofágica (RVE) quanto por laringe eletrônica (RLE), trouxeram melhoras da qualidade de vida após excisão da laringe
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 12.09.2011
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    EESC31100114667TESE 8004
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      DAVATZ, Giovanna Castilho; TELES, Lídia Cristina da Silva. Reabilitação vocal e qualidade de vida em laringectomizados totais. 2011.Universidade de São Paulo, São Carlos, 2011. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/82/82131/tde-09052012-103409/pt-br.php >.
    • APA

      Davatz, G. C., & Teles, L. C. da S. (2011). Reabilitação vocal e qualidade de vida em laringectomizados totais. Universidade de São Paulo, São Carlos. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/82/82131/tde-09052012-103409/pt-br.php
    • NLM

      Davatz GC, Teles LC da S. Reabilitação vocal e qualidade de vida em laringectomizados totais [Internet]. 2011 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/82/82131/tde-09052012-103409/pt-br.php
    • Vancouver

      Davatz GC, Teles LC da S. Reabilitação vocal e qualidade de vida em laringectomizados totais [Internet]. 2011 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/82/82131/tde-09052012-103409/pt-br.php

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: