Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

O sonho se faz a mão e sem permissão "Escravidão temporária" e reforma agrária no sudeste do Pará" (2011)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: BARROS, CARLOS JULIANO MARCONDES E FERREIRA DE TOLEDO - FFLCH
  • USP Schools: FFLCH
  • Sigla do Departamento: FLG
  • Subjects: TRABALHO ESCRAVO; REFORMA AGRÁRIA; MOVIMENTO DOS SEM-TERRA
  • Language: Português
  • Abstract: Este estudo tem como ponto central a análise da escravidão temporária no campo brasileiro, relação de trabalho coercitiva e violenta a que estão sujeitos os peões contratados para as chamadas empreitas, como a derrubada de mata ou a limpeza de pasto, principalmente em latifúndios da fronteira agrícola amazônica. Defendemos a noção de escravidão temporária porque ela realça o cerne dessa relação: o tempo em que o empregador se julga no direito de controlar não apenas a força de trabalho, mas também a vida e o corpo do seu empregado como se ele fosse de fato uma mercadoria. Mas é importante ressalvar que, nos dias de hoje, a noção de escravidão também assume um significado político, caracterizando relações de trabalho que seriam mais bem definidas como superexploração. A discussão sobre a persistência de relações escravistas de trabalho sob o modo capitalista de produção nos dias de hoje é feita à luz de um estudo de caso sobre a desapropriação da fazenda Cabaceiras, localizada em Marabá, no sudeste do Pará, ocupada pelo Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), em 1999. Do ponto de vista do marco legal, trata-se da primeira desapropriação de um imóvel rural em toda a história do país motivada pelo desrespeito à função social, como prevê a Constituição Federal, em decorrência da exploração contínua de trabalho em condições análogas à de escravo, como tipifica o Código Penal Brasileiro fato ocorrido enquanto uma pequena parte da fazenda já se encontrava sob domínioMST. Porém, apesar das graves irregularidades, a verdade é que o Projeto de Assentamento 26 de Março, criado oficialmente apenas em 2008 em substituição à fazenda Cabaceiras, só saiu do papel graças à pressão do movimento social de luta pela reforma agrária
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 04.07.2011
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FFLCH209001032600T BARROS, CARLOS JULIANO 2011
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      BARROS, Carlos Juliano Marcondes e Ferreira de Toledo; OLIVEIRA, Ariovaldo Umbelino de. O sonho se faz a mão e sem permissão "Escravidão temporária" e reforma agrária no sudeste do Pará". 2011.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2011. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8136/tde-24102011-113106/ >.
    • APA

      Barros, C. J. M. e F. de T., & Oliveira, A. U. de. (2011). O sonho se faz a mão e sem permissão "Escravidão temporária" e reforma agrária no sudeste do Pará". Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8136/tde-24102011-113106/
    • NLM

      Barros CJM e F de T, Oliveira AU de. O sonho se faz a mão e sem permissão "Escravidão temporária" e reforma agrária no sudeste do Pará" [Internet]. 2011 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8136/tde-24102011-113106/
    • Vancouver

      Barros CJM e F de T, Oliveira AU de. O sonho se faz a mão e sem permissão "Escravidão temporária" e reforma agrária no sudeste do Pará" [Internet]. 2011 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8136/tde-24102011-113106/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: