Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Avaliação da relação entre metabolismo mineral e doença arterial coronariana em pacientes com função renal preservada (2011)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: CANCELA, ANA LUDIMILA ESPADA - FM
  • USP Schools: FM
  • Sigla do Departamento: MNE
  • Subjects: FÓSFORO; ARTERIOSCLEROSE CORONÁRIA; METABOLISMO MINERAL
  • Keywords: Calcificação vascular; Coronary artery disease; Doença da artéria coronária; Fator de crescimento de fibroblastos; Fibroblast growth factor 23; Mineral metabolism; Phosphorus; Vascular calcification
  • Language: Português
  • Abstract: INTRODUÇÃO: Os níveis séricos de fósforo (P) têm sido associados a doenças cardiovasculares e mortalidade em pacientes com doença renal crônica e na população geral. Estudos in vitro demonstram que altas concentrações de fósforo extracellular são capazes de induzir calcificação vascular e disfunção endotelial. O Fibroblast Growth Factor 23 (FGF-23) é um hormônio fosfatúrico e foi relacionado à presença de aterosclerose em pacientes idosos. OBJETIVO: O objetivo deste estudo foi investigar as relações entre P, FGF-23 e outros atores do metabolismo mineral e a ocorrência de doença arterial coronariana em pacientes com função renal preservada. MÉTODOS: Duzentos e noventa pacientes clinicamente estáveis com indicação de cineangiocoronariografia eletiva e clearance de creatinina superior a 60 ml/min/1.73 m2 foram submetidos à Tomografia Computadorizada Multislice para avaliação da calcificação coronariana e coleta de sangue para dosagens bioquímicas. A calcificação coronariana foi quantificada através do Escore de Agatston (EA) e os Escores de Friesinger e Gensini foram calculados para quantificar a obstrução coronariana. RESULTADOS: A média de idade dos pacientes foi 58,1± 9,3 anos, 81% eram hipertensos e 35,5% diabéticos. Os pacientes foram divididos em grupos de acordo com o EA utilizando-se como ponto de corte o valor de 10 Unidades Hounsfield (HU). O P sérico foi maior no grupo de pacientes com EA > 10 HU (3,63 0,55 vs 3,49 0,52mg/dL; p=0,019). Cada 1 mg/dL de elevação no P sérico associou-se a um aumento de 92% no risco de apresentar o EA > 10HU [Odds Ratio (OR) =1,92, CI 1,56-3,19; p=0,01]. Quando os pacientes foram divididos de acordo com a mediana do Escore de Friesinger (4 pontos), o grupo com valores superiores à mediana apresentou P sérico maior (3,6 0,5 vs. 3,5 0,6 mg/dl; p=0,04) e FGF-23 menor (mediana 40,3 pg/mL intervalo interquartil 24,1-62,2 vs. 45,7 pg/mlintervalo interquartil 31,7-76,1; p=0,01) quando comparado àquele com valores menores ou iguais a 4. Pacientes no tercil mais alto do escore de Gensini também apresentaram P sérico mais elevado que os demais (p<0,05). Nas análises de regressão logística uni e multivariadas, cada 1 mg/dL de elevação no P sérico implicou em um aumento de 74% no risco de apresentar o Escore de Friesinger superior à mediana (OR 1,74, CI 1,06- 2,88; p=0,03) e o FGF-23 sérico foi preditor negativo do Escore de Friesinger (OR 0,26, CI 0,11-0,63; p=0,002) Os níveis séricos de cálcio e paratormônio não mostraram associação com a presença de doença coronariana. CONCLUSÃO: Em pacientes com suspeita de doença arterial coronariana e função renal preservada, o fósforo sérico foi preditor da presença de calcificação e obstrução coronariana e houve uma associação negativa entre o FGF-23 sérico e a presença de obstrução coronariana
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 02.09.2011
  • Acesso online ao documento

    Acesso à fonte or search this record in

    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      CANCELA, Ana Ludimila Espada; MOYSES, Rosa Maria Affonso. Avaliação da relação entre metabolismo mineral e doença arterial coronariana em pacientes com função renal preservada. 2011.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2011. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5148/tde-30112011-174239/ >.
    • APA

      Cancela, A. L. E., & Moyses, R. M. A. (2011). Avaliação da relação entre metabolismo mineral e doença arterial coronariana em pacientes com função renal preservada. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5148/tde-30112011-174239/
    • NLM

      Cancela ALE, Moyses RMA. Avaliação da relação entre metabolismo mineral e doença arterial coronariana em pacientes com função renal preservada [Internet]. 2011 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5148/tde-30112011-174239/
    • Vancouver

      Cancela ALE, Moyses RMA. Avaliação da relação entre metabolismo mineral e doença arterial coronariana em pacientes com função renal preservada [Internet]. 2011 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5148/tde-30112011-174239/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2019