Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Avaliação do potencial erosivo do suco de laranja modificado pela adição de caseína e ovalbumina (2011)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: FERREIRA, STELLA DA SILVA - FO
  • USP Schools: FO
  • Sigla do Departamento: ODD
  • Subjects: SUCOS DE FRUTAS; EROSÃO DE DENTE; DENTÍSTICA; DENTINA; ESMALTE DENTÁRIO
  • Keywords: Ovalbumina
  • Language: Português
  • Abstract: Nesse estudo in vitro foi avaliado o potencial erosivo do suco de laranja modificado pela adição de caseína, ovalbumina e a combinação entre elas, sobre o esmalte e a dentina humanos. Duas proteínas da dieta, 0.2 g/l de caseína (CAS), 2.0 g/l de ovalbumina (OVA) e a combinação entre elas (CAS + OVA) foram adicionadas a um suco de laranja disponível comercialmente. O suco de laranja sem aditivos foi utilizado como controle negativo (C-) e o suco de laranja com adição de cálcio, também disponível comercialmente, como controle positivo (C+). O potencial erosivo dos sucos experimentais foi primeiramente comparado utilizando o método do pHStat, e em seguida, através de um modelo in vitro de erosão-remineralização. 55 espécimes de esmalte e 55 de dentina radicular (4 x 4 x 2mm) foram obtidos e incluídos em um bloco de resina acrílica. Esses blocos foram então planificados com discos de lixa abrasivos e polidos com disco de feltro e pasta diamantada. As superfícies polidas receberam a aplicação de fitas adesivas, expondo uma janela de 4 x 1mm. Os espécimes foram aleatoriamente distribuídos entre os 5 grupos experimentais (n = 11), e imersos nos respectivos sucos por 5 min, 6x ao dia, durante 5 dias. Entre as imersões e durante o período noturno, os espécimes permaneceram armazenados em saliva artificial. Após a ciclagem, os espécimes de esmalte foram analisados através de perfilometria óptica e microdureza (50 g, 15 s), enquanto que os espécimes de dentina foram analisados apenas (Continua)(Continuação) por perfilometria óptica. Para o método do pH-Stat foi calculada a média do volume de HCl obtida em triplicata. Para a análise dos dados obtidos através de perfilometria e microdureza, foi utilizado o teste de Análise de Variância, um fator, seguido pelo teste complementar de Tukey, adotando um nível de significância de 5%. As médias do volume de HCl (em ml) obtidas no método do pH-Stat foram: C+ 0,46 (± 0,03); CAS 1,22 (± 0,06); OVA 1,10 (± 0,10); CAS+OVA 1,08 (± 0,01) e C- 1,07 (± 0,02). Na avaliação do esmalte, a perda de estrutura (m) observada foi de: C+ 0,09 (± 0,20); CAS -0,40 (± 0,32); OVA -0,44 (± 0,26); CAS+OVA -0,39 (± 0,25) e C- -1,04 (± 0,36). Quanto a microdureza superficial, os valores de dureza Knoop obtidos foram: C+ 312,68 (± 20,45); CAS 121,99 (± 10,70); OVA 108,87 (± 11,16); CAS+OVA 102,57 (± 11,89) e C- 101,94 (± 8,56). Para a dentina, a perda de estrutura observada foi de: C+ -0,82 (± 0,28); CAS -7,26 (± 0,65); OVA -6,74 (± 1,18); CAS+OVA -7,16 (± 0,75) e C- -7,51 (± 1,26). Conclui-se que para o esmalte, os sucos de laranja modificados pela adição de proteínas apresentaram um potencial erosivo reduzido. A caseína mostrou uma melhor proteção da desmineralização subsuperficial do esmalte; a sua combinação com a ovalbumina não apresentou nenhum benefício adicional. Para a dentina, nenhuma redução no potencial erosivo foi observado para os sucos de laranja modificados pela adição de proteínas
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 28.06.2011
  • Acesso online ao documento

    Acesso à fonte or search this record in

    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      FERREIRA, Stella da Silva; SOBRAL, Maria Angela Pita. Avaliação do potencial erosivo do suco de laranja modificado pela adição de caseína e ovalbumina. 2011.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2011. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/23/23134/tde-21092011-095114/ >.
    • APA

      Ferreira, S. da S., & Sobral, M. A. P. (2011). Avaliação do potencial erosivo do suco de laranja modificado pela adição de caseína e ovalbumina. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/23/23134/tde-21092011-095114/
    • NLM

      Ferreira S da S, Sobral MAP. Avaliação do potencial erosivo do suco de laranja modificado pela adição de caseína e ovalbumina [Internet]. 2011 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/23/23134/tde-21092011-095114/
    • Vancouver

      Ferreira S da S, Sobral MAP. Avaliação do potencial erosivo do suco de laranja modificado pela adição de caseína e ovalbumina [Internet]. 2011 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/23/23134/tde-21092011-095114/


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2019