Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Efeitos do treinamento fisíco multimodal na prevenção secundária de queda em idosos: treinamento supervisionado e semissupervisionado (2011)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: ALMEIDA, TAíS LEãO DE - FM
  • USP Schools: FM
  • Sigla do Departamento: MCP
  • Subjects: ASSISTÊNCIA A IDOSOS; ACIDENTES POR QUEDAS; FORÇA MUSCULAR; EXERCÍCIO FÍSICO (EDUCAÇÃO)
  • Keywords: Balance; Elderly; Equilíbrio; Exercícios semissupervisionados; Exercícios supervisionados; Falls; Força; Idosos; Multi-modal exercise program; Potência; Power; Quedas; Semi-supervised; Strength; Supervised; Treinamento multimodal
  • Language: Português
  • Abstract: Introdução: Quedas representam risco extremamente incidente entre idosos, e sua recuperação produz altos custos. Algumas das causas mais comuns podem ser atenuadas por exercícios, se oferecidos de forma acessível. Objetivos: Comparar os efeitos de um treinamento físico multimodal quando realizado de forma supervisionada e semissupervisionada, sobre variáveis reconhecidamente relacionadas ao risco de quedas em idoso com preservada independência e histórico de quedas. Métodos: Setenta e seis idosos com histórico de quedas, acima de 70 anos, média de 79,06 anos (±4,55), foram avaliados sobre a saúde geral, histórico e risco de quedas, perigos domésticos, e foram submetidos aos seguintes testes: Timed up and Go (TUG), Walk Performance Test (WPT), Berg Balance Scale (BBS), avaliação isocinética do joelho e os seguintes testes em plataforma de equilibrio: Tandem Walk (TW), Sit to Stand (STS), Step up Over (SUO), Limits of Stability (LOS) e Modified Clinical Test of Sensory Integration on Balance (MCTSIB). Foram aleatoriamente alocados em 3 grupos: Supervisionado (S), orientado em todas as sessões, Semissupervisionado (SS), orientado quinzenalmente a executar exercícios em casa, e Controle (C), sem intervenção. O programa de exercícios multimodais foi executado em 3 sessões semanais de 50 minutos, por 4 meses. Participantes registraram quedas em calendário, e avaliações foram repetidas ao final do período. Resultados: Após intervenção o grupo S reduziu tempo do TUG (p0,001) e no WPT (p<0,001) e aumentou a pontuação do BBS (p= 0,018), a Potência Média (p<0,001), o Pico de Torque/ Peso (p= 0,036) e a Média do Pico de Torque (p= 0,006) na flexão direita. Reduziu Tempo de Transferência no STS (p= 0,039), o Índice de Impacto na descida no SUO (p= 0.047), e a Oscilação no MCTSIB na 1ª (p= 0,037) e na 4ª (p= 0,032) condições avaliadas. No LOS, aumentou Velocidade(p<0,001), a Máxima Excursão (p<0,001) e o Controle de Direção (p= 0,004). O grupo SS reduziu o tempo no TUG (p= 0,001), aumentou o Índice de Fadiga na flexão do joelho direito (p= 0,043), aumentou Velocidade e reduziu Oscilação no TW (p= 0,008 e 0,020 respectivamente). No LOS, aumentou Velocidade (p= 0,023), a Máxima Excursão (p= 0,035) e o Controle de Direção (p= 0,006). O grupo C reduziu Velocidade no TW (p= 0,033) e aumentou o Índice de Fadiga na flexão direita (p= 0,017). O grupo S apresentou magnitude do efeito diferente na Potência Média da Flexão do Joelho direito (p= 0,002 para S versus SS, e p= 0,004 para S versus C). Os grupos S e C apresentaram diferença entre si na variação da Velocidade do LOS (p= 0,003). Os grupos S e SS obtiveram alterações diferentes do grupo C no TUG (p= 0,003 para C vs. S, e p= 0,021 para C vs. SS), e na Velocidade do TW (p= 0,007 para C vs. S, e p= 0,003 para C vs. SS). Conclusões: Numa população de idosos não institucionalizados, com independência preservada, baixa renda, pouca escolaridade, e com histórico de quedas, um treinamento físico multimodal, aplicado tanto de forma semissupervisionada, em casa, quanto de forma supervisionada, no centro de saúde, pode ser efetivo em melhorar variáveis previamente reconhecidas como sendo altamente relacionadas ao risco de quedas. Os resultados equivalentes entre os grupos S e SS impedem-nos de afirmar que a supervisão acrescente expressiva extensão a este benefício
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 15.09.2011
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FM10700102183W4.DB8 SP.USP FM-2 A451ef 2011
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      ALMEIDA, Taís Leão de; WAJNGARTEN, Mauricio. Efeitos do treinamento fisíco multimodal na prevenção secundária de queda em idosos: treinamento supervisionado e semissupervisionado. 2011.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2011. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5131/tde-01122011-180218/ >.
    • APA

      Almeida, T. L. de, & Wajngarten, M. (2011). Efeitos do treinamento fisíco multimodal na prevenção secundária de queda em idosos: treinamento supervisionado e semissupervisionado. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5131/tde-01122011-180218/
    • NLM

      Almeida TL de, Wajngarten M. Efeitos do treinamento fisíco multimodal na prevenção secundária de queda em idosos: treinamento supervisionado e semissupervisionado [Internet]. 2011 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5131/tde-01122011-180218/
    • Vancouver

      Almeida TL de, Wajngarten M. Efeitos do treinamento fisíco multimodal na prevenção secundária de queda em idosos: treinamento supervisionado e semissupervisionado [Internet]. 2011 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5131/tde-01122011-180218/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: