Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Perfil fenotípico de linfócitos T CD8+ na fase aguda da dengue (2011)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: MATOS, ANDRéIA MANSO DE - FM
  • USP Schools: FM
  • Sigla do Departamento: MCM
  • Subjects: DENGUE; LINFÓCITOS T; CITOMETRIA DE FLUXO
  • Keywords: Ativação celular; CD8 positive T lymphocytes; Cellular activation; Citometria de fluxo; Flow cytometry; Linfócitos T CD8 positivos
  • Language: Português
  • Abstract: A dengue é uma doença infecciosa aguda causada pelo vírus DEN do gênero Flavivirus e é transmitida pela picada de um mosquito vetor, principalmente o Aedes aegypti. Existem quatro sorotipos do vírus da dengue (DEN-1, DEN-2, DEN-3 e DEN-4) e sua incidência tem aumentado dramaticamente nos últimos 50 anos, inclusive no Brasil. O objetivo deste trabalho é caracterizar subpopulações de linfócitos T, principalmente linfócitos T CD8+, provenientes de pacientes infectados quanto a sua capacidade proliferativa, seu estado de ativação e memória celular. Os pacientes foram recrutados no Hospital Ana Costa de Santos, SP, no ano de 2010, após assinarem o Termo de Consentimento Livre e Esclarecido. O diagnóstico de dengue foi realizado utilizando o teste rápido Dengue Duo e os parâmetros imunológicos foram analisados no citômetro de fluxo. Foi coletado sangue periférico para criopreservação de células mononucleares e separação de soro para detecção da carga viral. Pacientes com dengue apresentaram maior proliferação de linfócitos T CD8+ quando comparados com indivíduos saudáveis. Foi ainda observado que tal proliferação celular foi evidente nos dias cinco e seis de sintomas. Quando marcadores de ativação celular foram analisados por citometria de fluxo, observou-se um aumento de linfócitos T CD8+ expressando CD38 e HLA-DR nos pacientes, quando comparados com indivíduos saudáveis. Da mesma forma, a ativação celular também aumentou com o passar dos dias de sintomas com destaque para o quinto e sexto dia. Este aumento na ativação das células juntamente com os dias de sintomas, foi igualmente observado em várias subpopulações de células T de memória Além disso, foi observada uma correlação negativa entre o número absoluto de linfócitos T CD8+ e a carga viral. Juntos, os resultados desse estudo sugerem que a infecção por DEN leva a um aumento da ativação de células T CD8+
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 31.10.2011
  • Acesso online ao documento

    Acesso à fonte or search this record in

    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      MATOS, Andréia Manso de; KALLAS, Esper Georges. Perfil fenotípico de linfócitos T CD8+ na fase aguda da dengue. 2011.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2011. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5146/tde-07122011-121226/ >.
    • APA

      Matos, A. M. de, & Kallas, E. G. (2011). Perfil fenotípico de linfócitos T CD8+ na fase aguda da dengue. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5146/tde-07122011-121226/
    • NLM

      Matos AM de, Kallas EG. Perfil fenotípico de linfócitos T CD8+ na fase aguda da dengue [Internet]. 2011 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5146/tde-07122011-121226/
    • Vancouver

      Matos AM de, Kallas EG. Perfil fenotípico de linfócitos T CD8+ na fase aguda da dengue [Internet]. 2011 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5146/tde-07122011-121226/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2019