Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Operações com títulos e valores mobiliários: impactos sobre os principais indicadores econômico-financeiros de bancos atuantes no Brasil (2011)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: OLIVEIRA, VANESSA HERCULANO DE - FEA
  • USP Schools: FEA
  • Sigla do Departamento: EAC
  • Subjects: BANCOS; INDICADORES ECONÔMICOS; TÍTULO IMOBILIÁRIO
  • Keywords: Bank; Financial indicators; Securities
  • Language: Português
  • Abstract: Esta pesquisa tem como objetivo investigar a relação entre aplicações em títulos e valores mobiliários e indicadores econômico-financeiros de instituições financeiras autorizadas a operar no Brasil, sobretudo, no que se refere às conclusões dessa relação quanto à exclusão recíproca entre aplicações em títulos e operações de crédito e, também, quanto ao impacto dessas aplicações em indicadores de rentabilidade. Os indicadores analisados são os comumente indicados pela Federação Brasileira de Bancos, pelo mercado e pela literatura acadêmica. Após a seleção dos indicadores, eles foram segregados nos grupos Liquidez, Estrutura Patrimonial, Estrutura de Aplicação, Estrutura de Captação, Rentabilidade, Margem, Custos de Captação e Participação de Despesas sobre Receitas Operacionais. As informações necessárias ao cálculo dos indicadores e à segregação das aplicações em títulos e valores mobiliários nas suas respectivas categorias foram coletadas do sítio do Banco Central. O período abrangido pelo estudo inicia-se no segundo semestre de 2005 e encerra-se no primeiro semestre de 2010, a amostra desse período é composta por 104 bancos. Considerando o expressivo volume de aplicações dos bancos em títulos e valores mobiliários (cerca de 40% das instituições aplicam mais em títulos e valores mobiliários do que em operações de crédito), a expectativa era de que fosse possível identificar as relações mencionadas e inferir sobre seu significado. Com a finalidade de se confirmar a hipótese,os dados foram submetidos à análise de dados em painel. Foram executadas 34 regressões, uma regressão para cada indicador. Dessas regressões, foi possível identificar 13 estatisticamente significantes, a um nível de confiança de 95%. Os indicadores que geraram regressões significantes integravam os grupos Liquidez, Estrutura Patrimonial, Estrutura de Aplicação Estrutura de Captação e Participação de Despesas sobre Receitas Operacionais. Verificou-se que as aplicações em títulos e valores mobiliários adquiridos com a finalidade de serem mantidos até o vencimento estão relacionadas a indicadores de liquidez mais altos e a indicadores de dependência de capital de terceiros mais baixos. A hipótese de que aplicações em títulos e valores mobiliários e aplicações em operações de crédito seriam alternativas reciprocamente excludentes encontrou apoio dos dados analisados, o mesmo ocorrendo com a suposição de que as aplicações em títulos não seriam significativas para explicar os indicadores de rentabilidade. Em termos de captação de recursos, os indicadores significantes do grupo Estrutura de Captação indicaram a existência de relação inversa com as aplicações em títulos e valores mobiliários, à exceção do indicador Mercado Aberto sobre Patrimônio Líquido que apresentou relação direta com as aplicações. O período de análise compreende o ano de 2008, ano em que houve a crise financeira mundial. Quanto aos possíveis impactos dessa crise, encontraram-se indícios dos seus reflexos nosindicadores Liquidez Geral e Mercado Aberto sobre Patrimônio Líquido. Em ambos os indicadores verificou-se uma inversão de tendência a partir do segundo semestre de 2008, que passou a apresentar coeficientes negativos, contribuindo para a diminuição dos indicadores em questão. Efetuouse, igualmente, análise das relações entre os segmentos dos bancos e o seu impacto em cada indicador, por meio da técnica de Análise de Correspondência, todavia, os resultados não foram conclusivos. Apesar disso, encontrou-se um comportamento constante: o segmento de banco múltiplo foi posicionado no centro das três categorias de coeficientes, indicando que há instituições nesse segmento que se enquadram nas três categorias de coeficientes: coeficientes altos (que impactam bastante no indicador), coeficientes intermediários (que impactam razoavelmente nos indicadores) e coeficientes baixos (que pouco impactam nos indicadores)
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 04.11.2011
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FEA20600054514T332.10981 O48o
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      OLIVEIRA, Vanessa Herculano de; CARVALHO, Luiz Nelson Guedes de. Operações com títulos e valores mobiliários: impactos sobre os principais indicadores econômico-financeiros de bancos atuantes no Brasil. 2011.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2011. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/12/12136/tde-09122011-201140/ >.
    • APA

      Oliveira, V. H. de, & Carvalho, L. N. G. de. (2011). Operações com títulos e valores mobiliários: impactos sobre os principais indicadores econômico-financeiros de bancos atuantes no Brasil. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/12/12136/tde-09122011-201140/
    • NLM

      Oliveira VH de, Carvalho LNG de. Operações com títulos e valores mobiliários: impactos sobre os principais indicadores econômico-financeiros de bancos atuantes no Brasil [Internet]. 2011 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/12/12136/tde-09122011-201140/
    • Vancouver

      Oliveira VH de, Carvalho LNG de. Operações com títulos e valores mobiliários: impactos sobre os principais indicadores econômico-financeiros de bancos atuantes no Brasil [Internet]. 2011 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/12/12136/tde-09122011-201140/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: