Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Ensaios de arrancamento e cisalhamento em descontinuidades reforçadas com barras de aço (2011)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: CASTILLO, MERCEDES LILIANA PRIETO - EESC
  • USP Schools: EESC
  • Sigla do Departamento: SGS
  • Subjects: MECÂNICA DE ROCHAS; CISALHAMENTO; MACIÇO; ANCORAGEM
  • Language: Português
  • Abstract: Ancoragens são muito utilizadas na estabilização do maciço rochoso pela rapidez e baixo custo, embora sua análise não seja completamente entendida devido à interação de diferentes materiais como rocha, graute e aço. Este documento apresenta os resultados de um estudo realizado em juntas lisas reforçadas com ancoragens. Foram ensaiadas ancoragens com barras de diferentes diâmetros e diferentes orientações em relação ao plano da descontinuidade. Os ensaios realizados para avaliar o comportamento deste tipo de reforço foram o ensaio de arrancamento em tubo duplo e o ensaio de cisalhamento em juntas lisas reforçadas. Os ensaios de arrancamento em tubo duplo demonstraram que a resistência ao arrancamento é dependente da resistência à tração da barra. As deformações internas no sistema foram idealizadas através da obtenção de um comprimento livre hipotético de uma barra livre submetida a tração. Nos ensaios de cisalhamento, avaliou-se a melhora da resistência ao cisalhamento de descontinuidades lisas reforçadas com barras ancoradas. Observaram-se dois picos de carga mobilizada antes da ruptura do sistema no caso de barras perpendiculares ao plano da descontinuidade. Este fato introduz significativa ductilidade ao sistema e é importante do ponto de vista de confiabilidade do sistema. A ruptura das ancoragens se produz devido a uma combinação de efeitos de tração, flexão, e cortantes. Os sistemas reforçados com áreas maiores de aço apresentaram maior ductilidade, e, portanto oferecem maior segurança. Os resultados sugerem que uma vez superado o comprimento mínimo ancorado a ruptura das ancoragens acontecerá por ruptura das barras de aço e não por aderência na interface barra-graute, concluindo-se que a resistência das ancoragens é dependente da resistência de ruptura e da área de aço utilizada.Finalmente, esta pesquisa contribui ao entendimento dos mecanismos de ruína que acontecem num maciço reforçado com ancoragens
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 07.10.2011
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    EESC31100143912TESE 8054
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      PRIETO CASTILLO, Mercedes Liliana; CELESTINO, Tarcísio Barreto. Ensaios de arrancamento e cisalhamento em descontinuidades reforçadas com barras de aço. 2011.Universidade de São Paulo, São Carlos, 2011. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/18/18132/tde-25042012-111830/pt-br.php >.
    • APA

      Prieto Castillo, M. L., & Celestino, T. B. (2011). Ensaios de arrancamento e cisalhamento em descontinuidades reforçadas com barras de aço. Universidade de São Paulo, São Carlos. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/18/18132/tde-25042012-111830/pt-br.php
    • NLM

      Prieto Castillo ML, Celestino TB. Ensaios de arrancamento e cisalhamento em descontinuidades reforçadas com barras de aço [Internet]. 2011 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/18/18132/tde-25042012-111830/pt-br.php
    • Vancouver

      Prieto Castillo ML, Celestino TB. Ensaios de arrancamento e cisalhamento em descontinuidades reforçadas com barras de aço [Internet]. 2011 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/18/18132/tde-25042012-111830/pt-br.php

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: