Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Estrutura populacional, crescimento somático e alométrico, biologia reprodutiva e estimativa do tamanho populacional de Aegla perobae Hebling & Rodrigues, 1977 do município de São Pedro, estado de São Paulo (2011)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: TAKANO, BRUNO FERNANDES - IB
  • USP Schools: IB
  • Subjects: POLIMORFISMO; CRUSTACEA; REPRODUÇÃO ANIMAL
  • Language: Português
  • Abstract: Os eglídeos são endêmicos da região Neotropical da América do Sul. São animais exclusivos de água doce, ocorrendo principalmente sob rochas, no folhiço ou mesmo enterrados na areia (Burns, 1972; Rodrigues & Hebling, 1978; Swiech-Ayoub & Masunari, 2001a) em lagos, rios de correnteza, arroios e até mesmo rios de caverna. Os eglídeos são considerados importantes elos na cadeia alimentar de ambientes límnicos agindo como predadores de larvas aquáticas (Magni & Py-Daniel, 1989) e como presas de peixes, anfíbios, répteis, aves e mamíferos (Arenas, 1976; Melo, 1990; Pardini, 1998). Os objetivos dessa dissertação foram realizar um amplo estudo sobre a biologia de Aegla perobae com ênfase na estrutura e dinâmica populacional, crescimento alométrico, biologia reprodutiva e, finalmente, avaliação do grau do risco de extinção com base em estimativas do tamanho populacional e locais de ocorrência. No capítulo 1 são caracterizados aspectos populacionais relacionados a variáveis ambientais e determinadas curvas de crescimento somático de machos e fêmeas. No capítulo 2 foram realizadas análises de regressão linear para determinação do estado de alometria e maturidade morfométrica de machos e fêmeas. Foram identificados quatro morfotipos após a muda da puberdade dos machos adultos e ficou evidente que apenas dois desses morfotipos participam ativamente da reprodução. No capítulo 3 são avaliadas características reprodutivas das fêmeas de A. perobae com base no período reprodutivo, fecundidadee relação com fatores abióticos. No capítulo 4 é estimado o tamanho populacional e examinados os locais de ocorrência de eglídeos próximos à região da cuesta de São Pedro para determinação do grau do risco de extinção. Segundo avaliação baseada em critérios da IUCN (2001) somada a dados biológicos analisados nessa dissertação, conclui-se que a população de A. perobae do município de São Pedro e região encontra-se na categoria de criticamente em perigo de extinção e necessita de especial atenção para sua preservação
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 02.09.2011
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    IB12000026551M-1584
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      TAKANO, Bruno Fernandes; BUENO, Sergio Luiz de Siqueira. Estrutura populacional, crescimento somático e alométrico, biologia reprodutiva e estimativa do tamanho populacional de Aegla perobae Hebling & Rodrigues, 1977 do município de São Pedro, estado de São Paulo. 2011.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2011. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/41/41133/tde-18012012-103838/ >.
    • APA

      Takano, B. F., & Bueno, S. L. de S. (2011). Estrutura populacional, crescimento somático e alométrico, biologia reprodutiva e estimativa do tamanho populacional de Aegla perobae Hebling & Rodrigues, 1977 do município de São Pedro, estado de São Paulo. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/41/41133/tde-18012012-103838/
    • NLM

      Takano BF, Bueno SL de S. Estrutura populacional, crescimento somático e alométrico, biologia reprodutiva e estimativa do tamanho populacional de Aegla perobae Hebling & Rodrigues, 1977 do município de São Pedro, estado de São Paulo [Internet]. 2011 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/41/41133/tde-18012012-103838/
    • Vancouver

      Takano BF, Bueno SL de S. Estrutura populacional, crescimento somático e alométrico, biologia reprodutiva e estimativa do tamanho populacional de Aegla perobae Hebling & Rodrigues, 1977 do município de São Pedro, estado de São Paulo [Internet]. 2011 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/41/41133/tde-18012012-103838/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: