Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Caracterização de células tronco mesenquimais oriundas de líquido amniótico, líquido alantóide e conteúdo vitelino de fetos caninos (2009)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: FERNANDES, RENATA AVANCINI - FMVZ
  • USP Schools: FMVZ
  • Sigla do Departamento: VPS
  • Subjects: CÉLULAS-TRONCO; LÍQUIDO AMNIÓTICO
  • Keywords: Células tronco mesenquimal; Conteúdo vitelino; Mesenchymal stem cells; Yolk sac fluid
  • Language: Português
  • Abstract: O cão é um excelente modelo pré-clínico para o estudo de doenças, testes farmacológicos e novas terapias para futura aplicação em humanos. Desta forma, estudamos o modelo canino como fonte de células tronco de anexos fetais, o líquido amniótico, alantóide e conteúdo vitelino. Uma vez que hoje, as células tronco apresentam uma esperança na cura de diversas doenças tanto nos cães, como no ser humano. Sendo assim, caracterizamos e estudamos o potencial de diferenciação dessas células, isoladas após a técnica de ovário salpingo histerectomia, de cadelas em campanhas de castração. Após o isolamento e a caracterização, somente foi estabelecida a cultura do líquido amniótico e alantóide. Para caracterizar as células, isoladas no intuito de comprovar que são células tronco verdadeiras, os seguintes Imunomarcadores foram usados, vimentina, nestina, citoqueratina-18 e oct-4, sendo os três primeiros positivos para células do líquido amniótico e alantóide. Induzimos a diferenciação dessas células para osso, cartilagem e gordura, utilizando protocolos previamente estabelecidos. As células tronco do líquido amniótico limitaram-se à diferenciação condrogênica e osteogênica enquanto que as células tronco do alantóide, limitaram-se a diferenciação condrogênica. Ao mesmo tempo, ambos os tipos celulares, não prosseguiram à diferenciação adipogênica. Surpreendentemente, o meio de diferenciação para gordura, induziu a mudança morfológica nestas células que passaram a apresentar a morfologiatípica de células neuronais. Podemos concluir que provavelmente para diferenciação adipogênica, é preciso desenvolver outro meio de cultura, por outro lado, esse resultado sugere que devemos explorar o potencial neurogênico desses tipos celulares
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 17.12.2009
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FMVZ11300034252T.2215 FMVZ
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      FERNANDES, Renata Avancini; KERKIS, Irina. Caracterização de células tronco mesenquimais oriundas de líquido amniótico, líquido alantóide e conteúdo vitelino de fetos caninos. 2009.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2009. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10132/tde-15122011-102545/ >.
    • APA

      Fernandes, R. A., & Kerkis, I. (2009). Caracterização de células tronco mesenquimais oriundas de líquido amniótico, líquido alantóide e conteúdo vitelino de fetos caninos. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10132/tde-15122011-102545/
    • NLM

      Fernandes RA, Kerkis I. Caracterização de células tronco mesenquimais oriundas de líquido amniótico, líquido alantóide e conteúdo vitelino de fetos caninos [Internet]. 2009 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10132/tde-15122011-102545/
    • Vancouver

      Fernandes RA, Kerkis I. Caracterização de células tronco mesenquimais oriundas de líquido amniótico, líquido alantóide e conteúdo vitelino de fetos caninos [Internet]. 2009 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10132/tde-15122011-102545/