Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Administração de antibióticos por via subcutânea: uma revisão integrativa da literatura (2011)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: AZEVEDO, ELIETE FARIAS - EERP
  • USP Schools: EERP
  • Sigla do Departamento: ERG
  • Subjects: ANTIBIÓTICOS (APLICAÇÕES TERAPÊUTICAS); TERAPÊUTICA (EFICIÊNCIA); FARMACOCINÉTICA; CUIDADOS PALIATIVOS
  • Keywords: antibiotics; local tolerance; palliative; pharmacokinetic; subcutaneous route; therapeutic efficacy; tolerância local; via subcutânea
  • Language: Português
  • Abstract: A administração de medicamentos por via subcutânea é considerada segura, de manuseio simples e descrita como alternativa às vias intravenosa e intramuscular em pacientes em cuidados paliativos (CP) com difícil acesso venoso. A escassez de estudos e a pouca divulgação dessa via parenteral para administração de antibióticos restringem o seu uso. Portanto, realizou-se uma revisão integrativa da literatura, com objetivo de identificar e analisar as evidências disponíveis na literatura científica sobre o uso de antibióticos por via subcutânea em pacientes com difícil acesso venoso em CP quanto à tolerância local e à eficácia terapêutica, utilizando-se como referencial teórico a Prática Baseada em Evidências. Para a busca e seleção dos estudos, foram utilizadas 5 bases de dados: LILACS, CINAHL, PUBMED, EMBASE e Biblioteca Cochrane. A amostra foi de 17 estudos, sendo 4 com nível de evidência forte (nível II), 5 com nível de evidência moderada (nível III) e 8 com nível de evidência fraca (nível V e VI). Foram encontrados 10 antibióticos: Ertapenem, Ceftriaxona, Cefepime, Teicoplanina, Ampicilina, Tobramicina, Amicacina, Netilmicina, Gentamicina e Sisomicina, sendo Ceftriaxona o antibiótico mais estudado. A eficácia terapêutica foi satisfatória por via subcutânea a partir dos parâmetros farmacocinéticos, quando comparados às vias intravenosa e intramuscular, variando de um estudo para o outro de acordo com características da população estudada, dose e concentração do antibiótico. A confirmação da eficácia terapêutica por parâmetros clínicos foi avaliada em 1 estudo sobre Ceftriaxona com melhora dos sintomas clínicos dos pacientes. Sobre a tolerância local, constatou-se que, quanto maior a diluição do antibiótico, melhor a tolerância. Exceto a Tobramicina, todos os Aminoglicosídeos foram associados a lesões graves com evolução para necrose tecidual. A baixatolerância reforça a restrição de uso apenas para essa classe de antibióticos. Para Ampicilina e Ertapenem não se observou intolerância local. Com Teicoplanina, a tolerância local foi boa: apenas 1 relato de dor e eritema quando se utilizou água para injeção como diluente. Com Cefepime, foram observados 2 casos de edema leve com eritema seguido de mínima dor, e 1 caso de prurido local. Para Ceftriaxona com 2 g associado a lidocaína a 1% observou-se dor e necrose tecidual; com 0,5 g não se observou intolerância alguma, e com 1 g observou-se boa tolerância, porém, em todos os casos com placebo salino ou hialuronidase prévios houve queixa de dor. As previsões de eficácia terapêutica e a boa tolerância constatadas para os antibióticos por via subcutânea sugerem uma possibilidade a ser considerada quando se deseja uma via de administração parenteral alternativa. Entretanto, recomenda-se cautela e avaliação criteriosa devido à lacuna existente sobre o uso de antibióticos por via subcutânea em pacientes em CP e suas necessidades e condições específicas. Embora os dados evidenciados fortaleçam o corpo de conhecimento de enfermagem na tomada de decisão para a implementação da assistência, faz-se necessária a realização de mais estudos com nível de evidência forte e de boa qualidade metodológica que comprovem ou refutem a efetividade desses antibióticos por via subcutânea para os pacientes em CP
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 14.12.2011
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    EERP10400028881
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      AZEVEDO, Eliete Farias; CASSIANI, Silvia Helena de Bortoli. Administração de antibióticos por via subcutânea: uma revisão integrativa da literatura. 2011.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2011. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/22/22132/tde-19012012-104714/ >.
    • APA

      Azevedo, E. F., & Cassiani, S. H. de B. (2011). Administração de antibióticos por via subcutânea: uma revisão integrativa da literatura. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/22/22132/tde-19012012-104714/
    • NLM

      Azevedo EF, Cassiani SH de B. Administração de antibióticos por via subcutânea: uma revisão integrativa da literatura [Internet]. 2011 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/22/22132/tde-19012012-104714/
    • Vancouver

      Azevedo EF, Cassiani SH de B. Administração de antibióticos por via subcutânea: uma revisão integrativa da literatura [Internet]. 2011 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/22/22132/tde-19012012-104714/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: