Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Análise do comportamento de sensores EGFET como função do tempo, iluminação, área da superfície e temperatura (2011)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: FERNANDES, JESSICA COLNAGHI - FFCLRP
  • USP Schools: FFCLRP
  • Sigla do Departamento: 591
  • Subjects: FÍSICA MÉDICA; SENSORES BIOMÉDICOS; BIOMATERIAIS; FILMES FINOS
  • Language: Português
  • Abstract: O transistor de efeito de campo de porta estendida (EGFET) é um dispositivo composto por uma membrana sensível a tons e um MOSFET comercial, que pode ser aplicado para a medição do teor de tons em uma solução. O filme fino de óxido de estanho dopado com flúor (FTO) foi utilizado como a membrana seletiva do EGFET, e todo o sistema foi utilizado como sensor de pH. Os sensores de pH desenvolvidos a partir de transistores de efeito de campo (FETs) detectam o campo elétrico criado pelos íons da solução. A alteração do pH no organismo afeta a estrutura e a atividade das macromoléculas biológicas, por isso a detecção da alteração do pH no organismo é de grande importância. O objetivo deste trabalho foi o estudo da influência de alguns agentes externos sobre o FTO para ser utilizado como membrana sensível a tons do EGFET como sensor de pH. O sensor padrão apresentou uma resposta linear no escuro por volta de 37 mV/pH, para uma área de membrana de ‘230 mm POT. 2’. Foram estudados o efeito da evolução da medida no tempo, o efeito da iluminação, o efeito da alteração da área de contato do filme fino de FTO com a solução de pH e o efeito da alteração da temperatura da solução de pH. Para as medições feitas no escuro a dependência do tempo foi diferente das medições feitas na presença de luz UV-VIS. Para pHs ácidos a presença da luz faz com que o valor da corrente ‘I IND. ds’ diminua em relação a mesma medição no escuro enquanto que para pHs básicos, o valor da corrente aumenta. A sensibilidade na presença da luz altera em torno de 10%. Para o estudo do efeito da área foram utilizadas duas formas diferentes de medições, sendo a primeira forma utilizando diferentes áreas da mesma amostra e a segunda forma utilizando áreas diferentes para diferentes amostras. O aumento da temperatura da solução aumenta o valor da corrente do sensor em até 5% e aumenta a sensibilidade em 60%
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 03.10.2011
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FCLRP20800045324Fernandes, Jessica Colnaghi
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      FERNANDES, Jessica Colnaghi; MULATO, Marcelo. Análise do comportamento de sensores EGFET como função do tempo, iluminação, área da superfície e temperatura. 2011.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2011. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/59/59135/tde-04042012-103423/ >.
    • APA

      Fernandes, J. C., & Mulato, M. (2011). Análise do comportamento de sensores EGFET como função do tempo, iluminação, área da superfície e temperatura. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/59/59135/tde-04042012-103423/
    • NLM

      Fernandes JC, Mulato M. Análise do comportamento de sensores EGFET como função do tempo, iluminação, área da superfície e temperatura [Internet]. 2011 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/59/59135/tde-04042012-103423/
    • Vancouver

      Fernandes JC, Mulato M. Análise do comportamento de sensores EGFET como função do tempo, iluminação, área da superfície e temperatura [Internet]. 2011 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/59/59135/tde-04042012-103423/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: