Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Evolução molecular do gene Hoxa13 em serpentes: qual a relevância funcional de alterações na sequência de aminoácidos? (2011)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: SINGARETE, MARINA ELISA - FMRP
  • USP Schools: FMRP
  • Sigla do Departamento: RBP
  • Subjects: EVOLUÇÃO MOLECULAR; GENÉTICA MOLECULAR; SERPENTES
  • Language: Português
  • Abstract: Os genes Hox desempenham um papel fundamental durante a morfogênese e padronização do eixo corpóreo no desenvolvimento embrionário, sendo considerados elementos centrais na compreensão de mecanismos relacionados com a evolução da diversidade morfológica. Em particular, Hoxal3 é expresso na região distal do autopódio do embrião, e está associado ao crescimento ósseo, condrogênese das falanges digitais, e processos de apoptose que ocorrem na membrana entre os dígitos. Esse gene interage com inúmeros outros genes em uma ampla cascata gênica durante o desenvolvimento dos membros, e sua interação com Bmp2 e Bmp7 é bem caracterizada em mamíferos. Em Gnathostomata, existe uma assinatura molecular na região do exon-1 de Hoxal3 relacionada com presença/ausência do autopódio, e em Serpentes são detectados cinco sítios de aminoácidos evoluindo sob seleção positiva direcional; o efeito dessas mutações sobre o funcionamento do gene era desconhecido até o presente momento. O objetivo deste trabalho foi avaliar a relevância funcional das alterações detectadas em Serpentes no gene Hoxal3 no contexto de interações com moléculas específicas, Bmp2 e Bmp7. Inicialmente, foram realizadas análises comparativas de bioinformática (análise in silico), seguidas então de mutação sítio-direcionada em plasmídeos de expressão e ensaios funcionais in vitro. As análises in silico sugerem que a quinta mutação identificada representa a perda de um sítio de fosforilação na sequência de aminoácidos de Hoxal3 em Serpentes. Essa quinta mutação implica em um aumento da expressão de Bmp2 (mas não Bmp7) quando interagindo com um plasmídeo mutado de Hoxal3, corroborando a hipótese testada. Esses resultados são coerentes com o fenótipo de camundongos mutantes de Hoxal3 descritos na literatura, os quais perderam a função desse gene. O presente estudo inova por aliar duas abordagens complementares (bioinformáticacom ensaios funcionais), e destaca o efeito funcional que uma única mutação, detectada em fenótipos naturais como evoluindo sob seleção positiva direcional em Serpentes, pode exercer sobre uma das vias de interação presentes na formação do autopódio
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 04.11.2011

  • Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FMRP11200063164Singarete, Marina Elisa
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SINGARETE, Marina Elisa; KOHLSDORF, Tiana. Evolução molecular do gene Hoxa13 em serpentes: qual a relevância funcional de alterações na sequência de aminoácidos?. 2011.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2011.
    • APA

      Singarete, M. E., & Kohlsdorf, T. (2011). Evolução molecular do gene Hoxa13 em serpentes: qual a relevância funcional de alterações na sequência de aminoácidos?. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Singarete ME, Kohlsdorf T. Evolução molecular do gene Hoxa13 em serpentes: qual a relevância funcional de alterações na sequência de aminoácidos? 2011 ;
    • Vancouver

      Singarete ME, Kohlsdorf T. Evolução molecular do gene Hoxa13 em serpentes: qual a relevância funcional de alterações na sequência de aminoácidos? 2011 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: