Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Exportações brasileiras para a China e o Japão: padrões de especialização e competividade (2011)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: CHANG, MATEUS SILVA - ESALQ
  • USP Schools: ESALQ
  • Sigla do Departamento: LES
  • Subjects: COMPETIÇÃO ECONÔMICA; EXPORTAÇÃO; TECNOLOGIA; CHINA; JAPÃO
  • Keywords: Competitividade
  • Language: Português
  • Abstract: O estudo realizado analisou as exportações brasileiras para os dois principais parceiros econômicos na região do Leste e Sudeste Asiático, China e Japão, com o intuito de verificar a evolução da pauta de exportação nacional e a existência de possíveis padrões de especialização quanto à intensidade tecnológica e competitividade. O período de análise compreendeu as décadas de 1990 e 2000. Para atingir o objetivo proposto, empregou-se o modelo de market share constante (CMS) de segundo nível, com a intenção de identificar as principais fontes de crescimento das exportações brasileiras (efeito crescimento do comércio mundial, efeito composição pauta de exportação e efeito competitividade). Utilizou-se também o modelo CMS de Fagerberg e Sollie (1985) atrelado ao método desenvolvido por Batista (2005), com o objetivo de identificar os principais concorrentes dos produtos brasileiros nos mercados chinês e japonês, bem como mensurar os ganhos e perdas de competitividade dos produtos brasileiros. Após a análise do agregado das exportações brasileiras, avaliou-se o perfil destas, por meio do estudo da evolução dos principais setores e capítulos exportados. Uma segunda forma de avaliar o perfil da pauta de exportação brasileira foi pela classificação por intensidade tecnológica, com o propósito de verificar se ao longo dos anos houve um aumento de valor agregado dos produtos exportados para a China e o Japão. Por último, foram classificadas as exportações brasileiras segundo oscritérios da matriz de competitividade de Mandeng e Fajnzylberg, com a finalidade de identificar se os padrões de especialização das exportações brasileiras para os mercados selecionados apresentaram uma melhora ou deterioração ao longo do período selecionado. Tal estudo revelou que o Brasil conseguiu nas duas últimas décadas ampliar seu market share e o valor exportado para tais mercados, caracterizando um desempenho positivo
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 19.12.2011
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    ESABC10500122553t382.6 C456e e.2 102019
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      CHANG, Mateus Silva; BURNQUIST, Heloisa Lee. Exportações brasileiras para a China e o Japão: padrões de especialização e competividade. 2011.Universidade de São Paulo, Piracicaba, 2011. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11132/tde-07022012-090520/ >.
    • APA

      Chang, M. S., & Burnquist, H. L. (2011). Exportações brasileiras para a China e o Japão: padrões de especialização e competividade. Universidade de São Paulo, Piracicaba. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11132/tde-07022012-090520/
    • NLM

      Chang MS, Burnquist HL. Exportações brasileiras para a China e o Japão: padrões de especialização e competividade [Internet]. 2011 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11132/tde-07022012-090520/
    • Vancouver

      Chang MS, Burnquist HL. Exportações brasileiras para a China e o Japão: padrões de especialização e competividade [Internet]. 2011 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11132/tde-07022012-090520/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: