Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Avaliação do efeito da massoterapia no alívio da dor em nulíparas durante a fase ativa do trabalho de parto (2011)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: GALLO, RUBNEIDE BARRETO SILVA - FMRP
  • USP Schools: FMRP
  • Sigla do Departamento: RGO
  • Subjects: PARTO; DOR; MASSAGEM; HUMANIZAÇÃO DA ASSISTÊNCIA
  • Language: Português
  • Abstract: A dor do trabalho de parto traz repercussões físicas e/ou emocionais e é imperativo que ações de saúde propiciem condições não somente seguras, mas voltadas aos aspectos de humanização do parto, disponibilizando opções para controle da dor desta fase. O objetivo deste estudo foi avaliar o efeito da massoterapia no alívio da dor durante a fase ativa do trabalho de parto. Trata-se de um ensaio clínico randomizado e controlado, composto por 46 primigestas, divididas em grupo controle (GC) que recebeu acompanhamento profissional, mas seguindo a rotina assistencial da maternidade e grupo massagem (GM) que recebeu massagem na região lombossacral durante as contrações uterinas por 30 minutos no período de 4-5 cm da dilatação cervical. Os instrumentos para avaliação utilizados foram escala de categoria numérica (ECN), escala visual analógica (EVA), diagrama de localização da dor e o questionário de McGill (forma reduzida). No pós-parto imediato foi aplicado um instrumento de opinião das parturientes em relação a satisfação com o estudo. Os resultados encontrados foram uma redução significativa da dor GM com média de 5,5 ±1,8 em comparação com GC média de 7,8 ± 1,4 (p<0,0l), observados pela ECN e pela EVA a média de intensidade de dor foi 51,7 mm ±19,9 mm para o GM e 72,1 mm ± 15,4 para o GC (p<0,01). A maioria das parturientes 65% do GC e 57% do GM apontaram dor supra-púbica e tombar (p=0,76). As palavras que mais caracterizaram a dor do trabalho de parto foram cólica, dolorida, que rasga, cansativa e exaustiva. Em relação à opinião das mulheres sobre o estudo, 70% do GM e 39% do GC relataram que a intervenção tanto promoveu alívio de dor como alívio do estresse e ansiedade; Todas as parturientes acharam importante a presença do fisioterapeuta e classificaram a terapia recebida como ótima 70% GC e 65% GM (p=0,99). Desta forma conclui-se que a massagem reduz a intensidade da dor do trabalhode parto, podendo favorecer a uma experiência de parto positiva e satisfatório
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 31.10.2011

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      GALLO, Rubneide Barreto Silva; QUINTANA, Silvana Maria. Avaliação do efeito da massoterapia no alívio da dor em nulíparas durante a fase ativa do trabalho de parto. 2011.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2011.
    • APA

      Gallo, R. B. S., & Quintana, S. M. (2011). Avaliação do efeito da massoterapia no alívio da dor em nulíparas durante a fase ativa do trabalho de parto. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Gallo RBS, Quintana SM. Avaliação do efeito da massoterapia no alívio da dor em nulíparas durante a fase ativa do trabalho de parto. 2011 ;
    • Vancouver

      Gallo RBS, Quintana SM. Avaliação do efeito da massoterapia no alívio da dor em nulíparas durante a fase ativa do trabalho de parto. 2011 ;


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2019