Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Estudo comparativo de dois meios cromogênicos para identificação de espécies do gênero Candida, isoladas da mucosa oral de pacientes portadores de próteses totais completas ou uni maxilares superiores, com ou sem suspeita de candidíase oral (2011)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: FERREIRA, ELISANGELA NOBORIKAWA - FO
  • USP Schools: FO
  • Subjects: CANDIDA; CANDIDÍASE; ESTOMATITE SOB PRÓTESE
  • Keywords: Candidíase Oral
  • Language: Português
  • Abstract: O gênero Candida abriga várias espécies de importância médica e embora algumas venham adquirindo interesse crescente, Candida albicans continua sendo a mais importante e responsável pelo maior número de infecções. Encontrada na microbiota de seres humanos saudáveis, é responsável pela infecção oral fúngica mais comum, em relação bastante estreita com a estomatite sob prótese (EP). Esta é um processo inflamatório da mucosa oral, comum em portadores de próteses dentárias, parciais ou totais subjacentes a uma prótese, onde também podem estar outros microrganismos, interagindo com diversos fatores, ligados ao hospedeiro e aos próprios microrganismos presentes no biofilme da superfície interna da prótese. A maioria dos casos é assintomática e alguns pacientes relatam dor, prurido ou sensação de ardência. O diagnóstico é clínico, complementado por exames tais como o citológico e o micológico direto. O tratamento é quase sempre empírico, sem a clara certeza se o indivíduo é portador da levedura e se outras espécies, estão envolvidas. Os meios cromogênicos possibilitaram avanço no diagnóstico das candidíases orais. Sua utilização facilita a identificação destas leveduras, com resultados em menor tempo que os dos métodos já padronizados para outras espécies de Candida. O CHROMagar Candida (CC) é a referência, fornecendo resultados em 48 horas após semeadura direta do material coletado. O meio denominado Candida Chromogenic Agar (CCA), foi recentemente lançado em nosso mercado e tendo (Continua)(Continuação) em vista o seu baixo custo parece ser mais uma ferramenta para o diagnóstico da candidíase, embora não haja, ainda, literatura disponível sobre o seu emprego. O objetivo do presente trabalho, foi comparar esse novo meio ao CHROMagar Candida, quanto à sensibilidade e especificidade no isolamento de espécies do gênero Candida da mucosa oral de portadores de próteses totais superiores, com ou sem sintomas de EP. Participaram do estudo, 61 pacientes, de ambos os gêneros, portadores de próteses totais (45,9%) ou uni maxilares superiores (54,1%). Dentre as 61 amostras coletadas, 45 (73,77%) foram positivas para leveduras em CC, sendo C. Albicans (38 amostras, 24 únicas e e 14 (36,84%) mistas. Destas, 8 de C. Albicans + C. Tropicalis (21,05%); 3 de C. Albicans + C. glabrata (7,89%); 3 de C. albicans + C. tropicalis + C. glabrata (7,89%). Outras espécies presentes foram, 15 C. tropicalis (33,33%). Duas únicas (13,33%), duas mistas, C. tropicalis + C. glabrata (13,33%) e uma C. tropicalis + C. parapsilosis (6,66%). Em CCA, das 45 amostras, 39 foram positivas (86,6%). C. albicans, foi a mais frequente, com 33 isolados (84,6%), sendo, 25 únicas (75,75%) e 8 mistas (24,25%). Assim, C. albicans + C. tropicalis (5 12,82%); C. albicans + C. glabrata (2 5,13%); C. albicans + C. tropicalis + C. glabrata (uma 2,56%). Outras espécies isoladas foram: C. tropicalis (3 7,7%), e C. glabrata, C. krusei e C. parapsilosis (uma de cada 2,56%). Foi possível concluir que o CHROMagar Candida foi (Continua)(Continuação) mais sensível (100% x 65%) e mais específico para albicans (84,4% x 73,3%); tropicalis (33,3% x 20,0%) e glabrata (17,7 % x 8,8%). Ambos apresentaram a mesma especificidade (2,2%), para krusei e parapsilosis
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 15.12.2011
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FO11500014330T4.633
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      FERREIRA, Elisangela Noborikawa; SILVEIRA, Fernando Ricardo Xavier da. Estudo comparativo de dois meios cromogênicos para identificação de espécies do gênero Candida, isoladas da mucosa oral de pacientes portadores de próteses totais completas ou uni maxilares superiores, com ou sem suspeita de candidíase oral. 2011.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2011. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/23/23139/tde-06032012-170254/ >.
    • APA

      Ferreira, E. N., & Silveira, F. R. X. da. (2011). Estudo comparativo de dois meios cromogênicos para identificação de espécies do gênero Candida, isoladas da mucosa oral de pacientes portadores de próteses totais completas ou uni maxilares superiores, com ou sem suspeita de candidíase oral. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/23/23139/tde-06032012-170254/
    • NLM

      Ferreira EN, Silveira FRX da. Estudo comparativo de dois meios cromogênicos para identificação de espécies do gênero Candida, isoladas da mucosa oral de pacientes portadores de próteses totais completas ou uni maxilares superiores, com ou sem suspeita de candidíase oral [Internet]. 2011 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/23/23139/tde-06032012-170254/
    • Vancouver

      Ferreira EN, Silveira FRX da. Estudo comparativo de dois meios cromogênicos para identificação de espécies do gênero Candida, isoladas da mucosa oral de pacientes portadores de próteses totais completas ou uni maxilares superiores, com ou sem suspeita de candidíase oral [Internet]. 2011 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/23/23139/tde-06032012-170254/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: