Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

A pesquisa (in)finita das coisas:: Georges Perec e a arte do desimportante (2011)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: SPERANZINI, MANLIO DE MEDEIROS - FFLCH
  • USP Schools: FFLCH
  • Sigla do Departamento: FLM
  • Subjects: LITERATURA FRANCESA; ARTE CONTEMPORÂNEA
  • Keywords: Coisas; Cotidiano; Espaços; Everyday life; Georges Perec; Georges Perec; Spaces; Things
  • Language: Português
  • Abstract: Esta pesquisa trata de reconhecer e localizar na obra do escritor francês Georges Perec (1936-1982) o que instiga uma produção significativa ligada à Arte Contemporânea por meio do diálogo com três artistas: Arman, Joe Brainard e Édouard Levé. A parte da sua obra que interessa à pesquisa é aquela fixada no real, no espaço, nos lugares, nos rituais e procedimentos repetitivos, no cotidiano e nas coisas materiais que constroem um mundo de desimportâncias um mundo comum que serve de pano de fundo às ações diárias do banal urbano. A pesquisa está dividida em três capítulos, cada um deles centrado numa maneira particular de agrupar as coisas: no primeiro, dedicado à acumulação, procura-se diferenciar a coisa do objeto e identificar como os valores da sociedade de consumo se apresentam nas obras de Perec e de Arman; no segundo, dedicado à coleção, o interesse são as coisas comuns, o cotidiano indistinto, e a formulação de regras que ajudam Perec e Joe Brainard a compor um sentido para seus fragmentos de lembranças; já no terceiro e último capítulo, é o arquivo que guarda documentos, resultado de projetos de seus criadores, que vai permitir a Perec e a Édouard Levé encararem seus não-lugares para revelar o que acontece quando não acontece nada
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 29.11.2011
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FFLCH20900108148T SPERANZINI, MANLIO DE MEDEIROS 2011
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SPERANZINI, Manlio de Medeiros; PINO, Claudia Consuelo Amigo. A pesquisa (in)finita das coisas:: Georges Perec e a arte do desimportante. 2011.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2011. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8146/tde-26032012-175238/ >.
    • APA

      Speranzini, M. de M., & Pino, C. C. A. (2011). A pesquisa (in)finita das coisas:: Georges Perec e a arte do desimportante. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8146/tde-26032012-175238/
    • NLM

      Speranzini M de M, Pino CCA. A pesquisa (in)finita das coisas:: Georges Perec e a arte do desimportante [Internet]. 2011 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8146/tde-26032012-175238/
    • Vancouver

      Speranzini M de M, Pino CCA. A pesquisa (in)finita das coisas:: Georges Perec e a arte do desimportante [Internet]. 2011 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8146/tde-26032012-175238/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: