Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

O Psicodiagnóstico de Rorschach em adolescentes: normas e evidências de validade (2011)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: MARAN, MARIA LUISA CASILLO JARDIM - FFCLRP
  • Unidades: FFCLRP
  • Sigla do Departamento: 594
  • Subjects: TESTE DE RORSCHACH; NORMAS DO TESTE; ADOLESCENTES; AVALIAÇÃO PSICOLÓGICA; PERSONALIDADE
  • Language: Português
  • Abstract: O Psicodiagnóstico de Rorschach é instrumento projetivo de avaliação psicológica mundialmente conhecido e utilizado em processos de investigação da personalidade. Entre outros cuidados técnicos, exige adequados reverenciais normativos para embasar a correia interpretação de seus resultados. No Brasil, inexistem normas atuais do Rorschach, na Escola Francesa, para adolescentes, justificando o presente trabalho. Objetivou-se desenvolver padrões normativos deste método projetivo para adolescentes de 15 a 17 anos de idade, avaliando-se também eventuais especificidades de produção associadas ao sexo, à idade e à origem escolar, buscando evidências de validade e de precisão deste sistema avaliativo no contexto do Brasil. Participaram deste estudo 180 estudantes de 15 a 17 anos, com sinais de desenvolvimento típico, residentes em uma cidade do interior paulista, distribuídos equitativamente em relação ao sexo, à idade e à procedência escolar (escolas públicas e particulares), todos Normalmente autorizados, por seus pais ou responsáveis, para participar da pesquisa. Os adolescentes e/ou seus responsáveis responderam inicialmente um Questionário informativo sobre histórico pessoal do voluntário, permitindo adequada seleção dos participantes. Os adolescentes foram avaliados individualmente pelo Método do Rorschach, seguindo-se referencial técnico-científico da Escola Francesa. A codificação dos protocolos do Rorschach foi realizada por três examinadores independentes, psicólogos experientes e treinados neste método projetivo, buscando-se inicialmente a avaliação do índice de acordo entre examinadores. Houve indicadores de suficiente precisão na classificação das variaveis relacionadas à localização, aos determinantes, aos conteúdos e às banalidades. Os resultados de 54 variaveis da Escola Francesa do Rorschach foram examinados em termos descritivos (média, desvio-padrão, mediana, valoresmínimo, máximo, curtose e assimetria) e inferenciais. Para as análises estatísticas inferenciais utilizou-se do modelo de regressão linear (variáveis relacionadas à produtividade e ao ritmo) e do modelo univariado e ajustado da distribuição binomial (demais variáveis da Escola Francesa do Rorschach), a fim de verificar possíveis efeitos do sexo, da idade e da origem escolar nos resultados dos adolescentes. Um panorama geral dos atuais referenciais normativos apontou os seguintes índices médios: a) produtividade e ritmo: R= 17,7; TLm= 21,2 segundos e TRm= 35,5 segundos; b) modos de apreensão: G=35,0%, D=33,4%, Dd=30,3% e Dbl=1,1%; c) determinantes e índices formais: F%=54,5%, F+%=55,6% e F+ext%=57,3%; d) estilo de vivência afetiva predominante: extratensivo; e) conteúdos predominantes: A%=51,0% e H%=20,9%; f) Ban=17,0%. No que se refere à análise das possíveis influências das variáveis demográficas nos resultados do Rorschach de adolescentes, foram observadas diferenças estatisticamente significativas em reduzido número de variáveis deste método projetivo, sugerindo a possibilidade de composição de um atlas único para adolescentes de 15 a 17 anos de idade, de ambos os sexos e provenientes de escolas públicas e particulares do interior do Estado de São Paulo. A comparação estatística (teste qui-quadrado, p< 0.05) dos atuais achados aos padrões normativos de adultos, na Escola Francesa do Rorschach, confirmaram a hipótese de especificidade do padrão de respostas dos adolescentes a este método projetivo de avaliação psicológica, demonstrando sua sensibilidade para captar componentes do desenvolvimento associados à personalidade, fortalecendo evidências de sua validade no contexto do Brasil
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 16.12.2011

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      JARDIM MARAN, Maria Luisa Casillo; PASIAN, Sonia Regina. O Psicodiagnóstico de Rorschach em adolescentes: normas e evidências de validade. 2011.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2011.
    • APA

      Jardim Maran, M. L. C., & Pasian, S. R. (2011). O Psicodiagnóstico de Rorschach em adolescentes: normas e evidências de validade. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Jardim Maran MLC, Pasian SR. O Psicodiagnóstico de Rorschach em adolescentes: normas e evidências de validade. 2011 ;
    • Vancouver

      Jardim Maran MLC, Pasian SR. O Psicodiagnóstico de Rorschach em adolescentes: normas e evidências de validade. 2011 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2019