Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Variabilidade genética de Tetragonisca angustula (Hymenoptera, Apidae, Meliponini) de duas áreas urbanizadas (2011)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: BARROSO, GUSTAVO VALADARES - IB
  • USP Schools: IB
  • Sigla do Departamento: BIO
  • Subjects: GENÉTICA DE POPULAÇÕES; DNA MITOCONDRIAL; HYMENOPTERA; ABELHAS
  • Keywords: Microssatelites; Microssatélites; Mitochondrial DNA; Population genetics; Tetragonisca angustula; Tetragonisca angustula
  • Language: Português
  • Abstract: As abelhas da tribo Meliponini apresentam ampla distribuição, ocupando principalmente as regiões neotropicais do planeta. São encontradas mais de 400 espécies pertencentes a 50 gêneros. Tetragonisca angustula é uma espécie que se distribui por praticamente toda a América Latina, sendo em geral bastante abundante.No presente projeto foram empregadas técnicas moleculares (sequenciamento de DNA mitocondrial e análise de loci de microssatélites) no intuito de se verificar a variabilidade em duas pequenas populações de Tetragonisca angustula distribuídas nos campi da USP de Ribeirão Preto e São Paulo. Para a obtenção de um panorama da variabilidade da espécie, foram coletados e analisados indivíduos de áreas externas aos campi. Os resultados de sequenciamento mostraram que a variabilidade do genoma mitocondrial das amostras externas é muito maior que a variabilidade nas amostras dos campi. Além disso, ficou claro que os campi contêm populações monofiléticas bastante isoladas entre si, e que cada uma possui maior similaridade com as amostras externas do que com as amostras do outro campus. Em contrapartida, os resultados de microssatélites mostraram que a variabilidade dessas populações para os loci estudados é extremamente similar. Isso sugere que a filopatria da espécie é muito grande, e que o vôo dos machos é responsável por, de certa forma, homogeneizar a variabilidade genética das populações, impedindo que haja muita estruturação. Dessa maneira, em uma população de T.angustula, existem dois números efetivos populacionais: um para as fêmeas (estimado pela variabilidade do DNA mitocondrial) e outro maior para machos (estimado pela variabilidade dos microssatélites). Os resultados indicam que a colonização dos campi se deu por um número pequeno de rainhas que posteriormente aumentaram a população por conta da grande quantidade de recursos que os campi possuem
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 08.12.2011
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    IB12000027606M-1618
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      BARROSO, Gustavo Valadares; ARIAS, Maria Cristina. Variabilidade genética de Tetragonisca angustula (Hymenoptera, Apidae, Meliponini) de duas áreas urbanizadas. 2011.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2011. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/41/41131/tde-23042012-115404/ >.
    • APA

      Barroso, G. V., & Arias, M. C. (2011). Variabilidade genética de Tetragonisca angustula (Hymenoptera, Apidae, Meliponini) de duas áreas urbanizadas. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/41/41131/tde-23042012-115404/
    • NLM

      Barroso GV, Arias MC. Variabilidade genética de Tetragonisca angustula (Hymenoptera, Apidae, Meliponini) de duas áreas urbanizadas [Internet]. 2011 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/41/41131/tde-23042012-115404/
    • Vancouver

      Barroso GV, Arias MC. Variabilidade genética de Tetragonisca angustula (Hymenoptera, Apidae, Meliponini) de duas áreas urbanizadas [Internet]. 2011 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/41/41131/tde-23042012-115404/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: