Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Para além das osteoporose: experiências e modos de levar a vida de mulheres entre 50 e 59 anos (2012)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: MAZZA, SELENE REGINA - FSP
  • USP Schools: FSP
  • Sigla do Departamento: HSM
  • Subjects: ENVELHECIMENTO (ASPECTOS PSICOLÓGICOS;PERCEPÇÃO); MULHERES; MODO DE VIDA (ASPECTOS SOCIOECONÔMICOS;ASPECTOS PSICOLÓGICOS); OSTEOPOROSE (PERCEPÇÃO); CORPO HUMANO (FEMININO;PERCEPÇÃO); SAÚDE PÚBLICA; ENTREVISTAS (PSICOLOGIA)
  • Keywords: Aging; Cotidiano; Daily Life; Envelhecimento; Lifestyles; Modos de Vida; Mulheres; Public Health; Saúde Pública; Women
  • Language: Português
  • Abstract: Este estudo apresenta uma análise compreensiva das experiências e modos de levar a vida de mulheres entre 50 e 59 anos, no intuito de refletir sobre a vivência do processo de envelhecer e adoecer diante da invisibilidade sintomática da osteoporose, apresentando como referência contextual um momento específico do curso de vida destas mulheres. A abordagem teórica e metodológica apóia-se na articulação entre a sociologia do cotidiano e das emoções para exploração e interpretação de trajetórias, marcadores sociais e modos de vida que se processam na dinâmica da vida cotidiana deste grupo sociocultural. Através de histórias pessoais, das socialidades nos contextos interativos e do significado do corpo como processo narrativo e simbólico, desvelam-se categorias subjetivas que ordenam a vida e as práticas sociais destas mulheres em seu processo de envelhecimento, apresentando-as como sujeitos além da sua doença (osteoporose). Utiliza-se a conceitualização sobre curso da vida a partir dos sistemas produtivo, social e político para orientar a compreensão das experiências e trajetórias de vida de mulheres nesta faixa etária. O corpo é apresentado como uma tradução de formas de comer, de cuidar e de outras atividades de vida diárias, mostrando valores simbólicos e de referência conceitual sobre formas de ser, estar e fazer, onde as emoções pautam-se em processos intersubjetivos e contextos sociais diversos. No campo investigativo e analítico, utilizou-se como instrumento empírico asala de espera de um posto de saúde em Fortaleza e entrevistas individuais para coleta e análise de informações, no intuito de apresentar singularidades e similaridades que compõem suas experiências e modos de vida. As falas retrataram a experiência de um corpo doloroso não vinculado à osteoporose, mas a situações afetivas, sociais e financeiras precárias que circunscrevem o dia a dia
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 19.03.2012
  • Acesso online ao documento

    Acesso à fonte or search this record in

    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      MAZZA, Selene Regina; VASCONCELLOS, Maria da Penha Costa. Para além das osteoporose: experiências e modos de levar a vida de mulheres entre 50 e 59 anos. 2012.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2012. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/6/6136/tde-23032012-163128/ >.
    • APA

      Mazza, S. R., & Vasconcellos, M. da P. C. (2012). Para além das osteoporose: experiências e modos de levar a vida de mulheres entre 50 e 59 anos. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/6/6136/tde-23032012-163128/
    • NLM

      Mazza SR, Vasconcellos M da PC. Para além das osteoporose: experiências e modos de levar a vida de mulheres entre 50 e 59 anos [Internet]. 2012 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/6/6136/tde-23032012-163128/
    • Vancouver

      Mazza SR, Vasconcellos M da PC. Para além das osteoporose: experiências e modos de levar a vida de mulheres entre 50 e 59 anos [Internet]. 2012 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/6/6136/tde-23032012-163128/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2019