Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Análise do gradiente de tensões de diferentes parafusos do sistema de fixação vertebral utilizando fotoelasticidade de transmissão plana (2011)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: FAKHOURI, SARAH FAKHER - FMRP
  • USP Schools: FMRP
  • Sigla do Departamento: RAL
  • Subjects: COLUNA VERTEBRAL; FIXAÇÃO DE FRATURA; BIOMECÂNICA; BIOMATERIAIS
  • Language: Português
  • Abstract: O tratamento de deformidade espinhal, doença degenerativa, trauma, e tumores da coluna vertebral exigem freqüentemente a realiza,cão da fixação interna. O parafuso é um dos elementos de ancoragem dos sistemas de fixação vertebral, onde o desempenho e, as propriedades das funções mecânicas desses sistemas estão diretamente relacionadas com a qualidade da fixação dos parafusos nas vértebras. A fotoelasticidade é uma ciência que, através de elementos Éticos, permite realizar uma análise qualitativa e quantitativa da distribui,cão de tensão. É utilizada em estudos com modelos irregulares e com distribuição de cargas complexa ou ambas. Neste trabalho foi utilizada esta técnica para determinar e analisar as tensões internas de modelos fotoelásticos sob Influência de parafusos pediculares tipo USS I e USS II, quando submetidos a esforços de arrancamento. Para realização das análises fotoelásticas foram confeccionados seis modelos divididos em seis grupos. O primeiro grupo, G1, era composto pelo parafuso tipo USS I com diametro externo de 5,0 mm, o segundo, G2, era formado pelo parafuso tipo USS I com diâmetro externo de 6,0 mm, o terceiro, G3, era composto parafuso tipo USS I com diâmetro externo de 7,0 mm, o quarto, G4, por parafuso tipo USS II com diâmetro externo de 5,2 mm, o quinto, G5, por parafuso tipo USS II com diâmetro externo de 6,2 mm e o sexto, G6 por parafuso tipo USS II com diâmetro externo de 7,0 mm . A simulação foi feita utilizando cargas de 1,4, 1,8, 2,4 e 3,3 kgf. As ordens de franjas foram avaliadas em torno dos parafusos, utilizando o método de compensação de Tardy. Em todos os modelos analisados foram determinadas as tensões cisalhantes. Os resultados mostraram que, independente da carga aplicada, a tensão cisalhante foi maior no parafuso de menor medida de diâmetro externo. Foi observado que os parafusos pediculares tipo USSII necessitaram de uma maior forca de arrancamentoque os parafusos tipo USS I. De acordo com as análises realizadas observou-se que o local de maior tensão foi nos últimos filetes de rosca, próximo a cabeça dos parafusos. Sendo assim, esta técnica é bastante eficiente, pois, através da análise quantitativa e qualitativa foi possível comparar os parafusos de fixação vertebral, verificando qual é o mais suscetível ao arrancamento
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 09.12.2011

  • Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FMRP11200063360Fakhouri, Sarah Fahher
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      FAKHOURI, Sarah Fakher; SHIMANO, Antônio Carlos. Análise do gradiente de tensões de diferentes parafusos do sistema de fixação vertebral utilizando fotoelasticidade de transmissão plana. 2011.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2011.
    • APA

      Fakhouri, S. F., & Shimano, A. C. (2011). Análise do gradiente de tensões de diferentes parafusos do sistema de fixação vertebral utilizando fotoelasticidade de transmissão plana. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Fakhouri SF, Shimano AC. Análise do gradiente de tensões de diferentes parafusos do sistema de fixação vertebral utilizando fotoelasticidade de transmissão plana. 2011 ;
    • Vancouver

      Fakhouri SF, Shimano AC. Análise do gradiente de tensões de diferentes parafusos do sistema de fixação vertebral utilizando fotoelasticidade de transmissão plana. 2011 ;