Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

O sistema colinérgico presente no córtex pré-frontal medial modula a expressão do medo condicionado ao contexto via receptores muscarínicos 'M IND. 3' (2012)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: FEDOCE, ALESSANDRA DAS GRAÇAS - FMRP
  • USP Schools: FMRP
  • Sigla do Departamento: RFA
  • Subjects: ACETILCOLINA; CÓRTEX PRÉ-FRONTAL; MEDO; RESPOSTAS CONDICIONADAS; RESPOSTAS EMOCIONAIS
  • Language: Português
  • Abstract: O córtex pré-frontal medial (CPFM) é uma importante estrutura do sistema límbico envolvida na modulação do sistema nervoso autonômico e de respostas defensivas. Durante situações aversivas pode se observar tanto alterações nas respostas autonômicas (aumento da pressão arterial, freqüência cardíaca e queda da temperatura cutânea) quanto nas comportamentais (aumento no tempo de congelamento). Em particular, o CPFM está envolvido com a expressão da resposta emocional condicionada (REC) que é caracterizada pelas respostas autonômicas e comportamentais que são observadas durante o modelo do medo condicionado ao contexto (MCC). Finalmente, é possível observar uma elevação nos níveis de acetilcolina no CPFM durante o MCC. O presente trabalho investigou o envolvimento do sistema colinérgico presente no CPFM na expressão REC de ratos reexpostos ao contexto aversivo. Foi observado que a microinjeção bilateral do inibidor da recaptação de colina o hemicolínio (1 nmol / 200 nL) ou de um antagonista de receptores muscarínicos a atropina (0,06 e 6 nmol / 200 nL) foram capazes de atenuar a REC. Além disso, o antagonista de receptor muscarinico ‘M IND. 1’, e ‘M IND. 3’, o fumarate (6nmol / 200 nL) e o antagonista de receptor muscarinico seletivo ‘M IND. l’ a pirenzepina (6nmol / 200 nL ) também reduziram a REC. Entretanto, na dose de 0,06 nmol apenas a microinjeção de fumarate, mas não a pirenzepina, foi capaz de atenuar a REC, sugerindo que o efeito observado com a dose de 6 nmol de pirenzepina pode ser sobre receptores ‘M IND. 3’. Por fim, o aumento dos níveis locais de acetilcolina no CPFM provocados pelo o inibidor da enzima acetilcolinesterase a neostigmina (0,1 e 1nmol / 200 nL) foi capaz de aumentar a REC. Esses efeitos da neostigmina, foram inibidos pela administração local no CPFM de uma dose inefetiva de fumarate (0,06 nmol), mas não de pirenzepina (0,06 nmol) mostrando mais uma vezque a modulação da REC deve-se a ação de acetilcolina sobre receptores muscarinicos ‘M IND. 3’. Dessa maneira, nossos achados revelam que a neurotransmissão colinérgica presente no CPFM através da ativação de receptores muscarínicos ‘M IND. 3’ é importante na expressão de respostas comportamentais e autonômicas associadas à expressão do medo condicionado ao contexto
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 25.01.2012

  • Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FMRP11200063328Fedoce, Alessandra das Graças
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      FEDOCE, Alessandra das Graças; MORAES, Leonardo Resstel Barbosa. O sistema colinérgico presente no córtex pré-frontal medial modula a expressão do medo condicionado ao contexto via receptores muscarínicos 'M IND. 3'. 2012.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2012.
    • APA

      Fedoce, A. das G., & Moraes, L. R. B. (2012). O sistema colinérgico presente no córtex pré-frontal medial modula a expressão do medo condicionado ao contexto via receptores muscarínicos 'M IND. 3'. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Fedoce A das G, Moraes LRB. O sistema colinérgico presente no córtex pré-frontal medial modula a expressão do medo condicionado ao contexto via receptores muscarínicos 'M IND. 3'. 2012 ;
    • Vancouver

      Fedoce A das G, Moraes LRB. O sistema colinérgico presente no córtex pré-frontal medial modula a expressão do medo condicionado ao contexto via receptores muscarínicos 'M IND. 3'. 2012 ;