Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Estudo da blenda Poli(3-hidroxibutirato)/Poli(etileno glicol) (2011)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: BLAZEK, GUSTAVO RUSSO - EP
  • USP Schools: EP
  • Sigla do Departamento: PMT
  • Subjects: POLÍMEROS (MATERIAIS); BLENDAS
  • Language: Português
  • Abstract: Esse projeto visa a melhoria das propriedades mecânicas e de processabilidade do Poli(3-hidroxibutirato) (PHB) para futuras aplicações. Foram preparados filmes de blendas de PHB por dissolução em clorofórmio. Poli(etileno glicol), com massa molar de 300 (PEG) ou 4.000.000 g mol-1 (PEO), foi misturado em proporções de 5 a 30 % em massa e análises termogravimétricas (TG), de calorimetria diferencial exploratória (DSC) e ensaios dinâmico-mecânicos (DMTA) foram realizadas para avaliar a miscibilidade da blenda. Foram também analisados filmes recém-preparados e filmes envelhecidos, para avaliar o avanço da cristalização e consequente alteração das propriedades dos filmes com o passar do tempo. Para isso foram feitas comparações visuais de imagens microscópicas da morfologia das blendas, obtidas através de microscopia eletrônica de varredura (MEV). As blendas foram analisadas quanto ao grau de cristalinidade através de análise calorimétrica (DSC) e de difratometria de raio-X. As curvas de DSC mostram uma redução da Tm do PHB com a adição de PEG e PEO, o que indica uma forte interação entre os polímeros. As análises de TG mostram uma etapa principal de degradação, evidenciando a miscibilidade entre os polímeros. A TG também mostra uma sensível redução na temperatura de degradação do PHB para concentrações acima de 10 % em PEG, o que é indesejável. Através do MEV nota-se que existe também uma segregação de fases que aumenta com o tempo de estocagem do material, levando à recristalização do PHB e sua consequente fragilização. A difração de raios-X nos mostra que a adição de PEG e PEO ao PHB traz uma redução considerável para a cristalinidade do sistema, e que o aumento de 5 % para 30 % no teor de PEG é responsável por apenas uma pequena redução na cristalinidade, mas uma considerável redução na recristalização sofrida pela blenda com o tempo de estocagem.As análises de DMTA mostram que as blendas possuem módulo de armazenamento similar ao de polímeros flexíveis, evidenciando uma efetiva tenacificação do PHB. Amostras utilizando PEO apresentam maior rigidez do que as amostras contendo PEG.
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 16.12.2011
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    EPBC31200040701FD-5853
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      BLAZEK, Gustavo Russo; WANG, Shu Hui. Estudo da blenda Poli(3-hidroxibutirato)/Poli(etileno glicol). 2011.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2011. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/3/3133/tde-26032012-113625/pt-br.php >.
    • APA

      Blazek, G. R., & Wang, S. H. (2011). Estudo da blenda Poli(3-hidroxibutirato)/Poli(etileno glicol). Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/3/3133/tde-26032012-113625/pt-br.php
    • NLM

      Blazek GR, Wang SH. Estudo da blenda Poli(3-hidroxibutirato)/Poli(etileno glicol) [Internet]. 2011 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/3/3133/tde-26032012-113625/pt-br.php
    • Vancouver

      Blazek GR, Wang SH. Estudo da blenda Poli(3-hidroxibutirato)/Poli(etileno glicol) [Internet]. 2011 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/3/3133/tde-26032012-113625/pt-br.php

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: