Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Os efeitos da expansão internacional sobre o desempenho de empresas multinacionais (EMNs) de economias em desenvolvimento: Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul (BRICS) (2012)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: ANDRADE, ALISSON MAXWELL FERREIRA DE - FEARP
  • USP Schools: FEARP
  • Sigla do Departamento: EAD
  • Subjects: INTERNACIONALIZAÇÃO DE EMPRESAS; PESQUISA (DESENVOLVIMENTO;DESEMPENHO)
  • Keywords: Desempenho; Firm Internationalization; Folga Organizacional (FO); Intensidade de Pesquisa e Desenvolvimento (IP&D); Organizational Slack; Performance; Research and Development
  • Language: Português
  • Abstract: A relação entre o Grau de Internacionalização (GI) e o desempenho das empresas multinacionais (EMNs) tem sido amplamente estudada na literatura de negócios internacionais. Entretanto, a maior parte dos estudos é realizada com empresas dos países desenvolvidos. De modo a contribuir com o desenvolvimento da teoria de internacionalização-desempenho, o presente estudo analisou essa relação no universo das EMNs de economias em desenvolvimento: Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul (BRICS). O principal objetivo do trabalho foi analisar se a estratégia de expansão internacional dessas EMNs está sendo traduzida em forma de eficiência e eficácia na gestão do negócio da empresa. O modelo hipotético do trabalho considera duas variáveis moderadoras da relação internacionalizaçãodesempenho: (1) Folga Organizacional (FO); e (2) Intensidade de Pesquisa e Desenvolvimento (IP&D). A amostra do estudo corresponde a 219 EMNs dos países integrantes dos BRICS, sendo que as informações levantadas referem-se a um período de 9 anos (2002-2010), totalizando 834 pares de observações para cada variável presente no modelo. Os dados foram obtidos junto a duas fontes: (1) Compustat Data; e (2) Thomson One. Após análises de regressão múltipla, utilizando o método dos Mínimos Quadrados Ordinários (MQO), verificou-se uma relação não linear quadrática em forma de "U" entre o grau de internacionalização e o desempenho das EMNs dos países integrantes dos BRICS. Adicionalmente, os resultados mostram um positivo e significante efeito moderador da FO sobre a relação internacionalização-desempenho, entretanto, o mesmo não se verificou para a IP&D. Duas importantes implicações deste estudo para os gestores de negócios internacionais nas regiões dos BRICS é que: (1) os benefícios da expansão internacional não surgem de uma hora pra outra, mas exigem paciência para serem alcançados; (2) os gestores devemenxergar a FO como uma ferramenta estratégica de atuação no contexto internacional. Com base nos resultados encontrados, implicações e indicações para futuras pesquisas são fornecidas
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 20.04.2012
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FEARP20700016439Andrade, Alisson Maxwell Ferreira de
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      ANDRADE, Alisson Maxwell Ferreira de; GALINA, Simone Vasconcelos Ribeiro. Os efeitos da expansão internacional sobre o desempenho de empresas multinacionais (EMNs) de economias em desenvolvimento: Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul (BRICS). 2012.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2012. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/96/96132/tde-21062012-172212/ >.
    • APA

      Andrade, A. lisson M. F. de, & Galina, S. V. R. (2012). Os efeitos da expansão internacional sobre o desempenho de empresas multinacionais (EMNs) de economias em desenvolvimento: Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul (BRICS). Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/96/96132/tde-21062012-172212/
    • NLM

      Andrade Alisson MF de, Galina SVR. Os efeitos da expansão internacional sobre o desempenho de empresas multinacionais (EMNs) de economias em desenvolvimento: Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul (BRICS) [Internet]. 2012 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/96/96132/tde-21062012-172212/
    • Vancouver

      Andrade Alisson MF de, Galina SVR. Os efeitos da expansão internacional sobre o desempenho de empresas multinacionais (EMNs) de economias em desenvolvimento: Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul (BRICS) [Internet]. 2012 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/96/96132/tde-21062012-172212/